Polícia

Acidentes

Recent Posts

Acidente deixa jovem gravemente ferido em Altamira

terça-feira, outubro 17, 2017
Anderson como foi reconhecido por amigos, estava em uma moto quando bateu em um poste na Av. Tancredo Neves, por volta das 21h desta terça (17). Segundo populares, o motociclista vinha em alta velocidade e não usava capacete.


O jovem teve sangramento na cabeça e chegou a ficar desacordado, ele foi socorrido para atendimento médico, e a moto dele ficou totalmente destruída.


O Demutran foi acionada e registrou o BOAT - Boletim de Ocorrência de Acidente de Trânsito. O local fica próximo à escola Ulisses Guimarães entre os Bairros Independente 1 e 2 na cidade de Altamira.

Por: Felype Adms | Xingu 230

Polícia Militar prende dupla acuada de cometer assaltos em Altamira

terça-feira, outubro 17, 2017
Era por volta de uma hora da tarde desta terça (17), quando a policia militar recebeu via NIOP a informação de que um casal estava cometendo assaltos na rua 4 do bairro Paixão de Cristo, periferia de Altamira no sudoeste do Pará. Leonardo Alves da Silva, de 19 anos e Ana Caroline Cardoso, de 18 anos foram pegos em flagrante.


Eles haviam acabado de assaltar uma professora quando o GTO pegou os dois. No momento da abordagem eles estavam em uma motocicleta que foi roubada na noite desta segunda-feira (16).


Na arma de fogo que estava com os acusados, havia três munições, uma delas estava batida, ou seja, Leonardo ainda tentou atirar contra a guarnição, porém, não teve sucesso. Eles ficaram presos.


Por Athaynara Farias | Xingu230

HOMEM É ENCONTRADO COM FILHA DE 14 ANOS E OUTRAS DUAS MENORES CONSUMINDO DROGAS EM MOTEL

segunda-feira, outubro 16, 2017
(Foto: Reprodução)
Na madrugada da última quinta-feira (12), um homem foi preso em flagrante com a filha de 14 anos, duas adolescentes de 16 e 17 anos e mais dois homens em um motel no Bairro Nossa Senhora de Lourdes, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital de Goiás.
Imagem: Reprodução
Segundo o Juizado da Infância e Juventude, o grupo estava ingerindo bebida alcoólica e usando drogas. “Foi constatada realmente a presença de menores consumindo bebida alcoólica e loló. Um fato que chamou muito a nossa atenção foi o próprio pai estar junto com essa menor, de 14 anos, e dizer que ele foi lá para ‘passear’. Não é um local para criança”, afirmou a agente de proteção à criança e ao adolescente, Tatiane Martins Vieira.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

O motel foi autuado por permitir a entrada das jovens. A moça de 17 anos já tem passagens por atos infracionais análogos aos tráfico de drogas e roubo de carro.

Fonte: DOL Com informações do portal O Popular

Marcão do Povo derrota a Record e garante a vice-liderança para o SBT

segunda-feira, outubro 16, 2017

A aposta de Silvio Santos no início das manhãs tem garantido ótimo índices de audiência para o SBT nas últimas semanas, e nesta sexta-feira (13) não foi diferente, mesmo com o feriado prolongado.

A parte apresentada por Marcão do Povo, das 7h30 às 8h30, registrou 4.1 pontos de média e 5.0 de pico, de acordo com dados preliminares do Ibope. No confronto, a Record TV ficou em terceiro lugar com 3.3 pontos exibindo o “SP no Ar”.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

A outra parte do jornalístico, apresentada por Dudu Camargo, das 6h às 7h29, também conquistou a vice-liderança com 3.4 pontos de média contra 2.4 da Record TV, que exibia o “Balanço Geral Manhã”.

Na quarta-feira (11), Marcão do Povo também arrebentou na audiência e atingiu picos de 6.0 pontos no comando do jornalístico.

Os dados são preliminares e podem sofrer alterações no consolidado. Cada ponto equivale a 70,5 mil domicílios na Grande São Paulo.

Bastidores da TV

Netflix deve gastar US$ 8 bilhões em conteúdo original em 2018

segunda-feira, outubro 16, 2017
(Foto: Reprodução)
O Netflix divulgou seu relatório trimestral nesta segunda-feira (16) e um número chamou a atenção de quem acessou o documento. A empresa pretende gastar até US$ 8 bilhões (cerca de R$ 25 bilhões) em conteúdo original, como séries e filmes, ao longo do próximo ano. A quantia será US$ 2 bilhões (R$ 6,3 bilhões) a mais do que será investido em 2017.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

O investimento maciço em produções originais tem sido uma estratégia do Netflix para competir com novos serviços de streaming como o Amazon Prime Video, Hulu e, futuramente, a Disney. O modelo começou há cinco anos, com destaque para House of Cards, gerando também outras produções como Narcos, Stranger Things e Orange is the New Black.

O crescente orçamento dedicado à produção de conteúdo original do Netflix, aliás, também pode estar por trás do recente aumento nas mensalidades em alguns países, como Estados Unidos e Brasil. A medida pode ser uma manobra da empresa para continuar lucrativa apesar das previsões de crescimento mais baixo no número de usuários nos próximos trimestres. Nos últimos três meses, a empresa aumentou sua base em cinco milhões de assinantes nos EUA.

Olhar Digital

Mais cidades do Pará recebem investimentos Ministério da Integração

segunda-feira, outubro 16, 2017

Um total de R$ 10 milhões foi anunciado pelo ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, nos últimos dias em mais cinco cidades do nordeste paraense. A iniciativa faz parte de um pacote de investimentos da pasta, que buscam reduzir desigualdades regionais. O ministro esteve em Mocajuba, Igarapé-Miri, Bujaru, Concórdia do Para e Tomé-Açu, assinando convênios com as Prefeituras Municipais para que os recursos sejam destinados à execução de obras de pavimentação asfáltica em vias públicas das cidades.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

“Com um trabalho de união, estamos tomando a iniciativa para fazer com que as ações deste Ministério possam chegar em todos as cidades deste estado para transformar, desenvolver e gerar qualidade de vida à todos os nossos cidadãos e cidadãs paraenses”, destacou Helder.


A agenda iniciou na última quinta-feira (12), nas cidades de Mocajuba e Igarapé-Miri, onde o ministro anunciou a liberação de R$ 2 milhões para cada cidade iniciar a execução das obras. Já na sexta-feira (13), o líder da pasta oficializou o repasse de R$ 1,5 milhão para Bujaru, R$ 2,5 milhões para Concórdia do Pará, finalizando em Tomé-Açu, que recebeu o aporte de R$ 2 milhões.

Segundo prefeito de Concórdia do Pará, Elias Santiago, o recurso será utilizado para pavimentar mais de seis bairros que compõe a área mais antiga da cidade. “Fizemos o levantamento e decidimos revitalizar a área do nosso centro histórico, que já esta muito desgastado. Agora vamos poder embelezar nossa cidade graças a essa iniciativa. Estamos só alegria”, relatou o gestor.


“Bujaru também precisava desta atenção, e em nome do povo desta cidade eu quero agradecer não só este asfalto, mas também o caminhão coletor de lixo que recebemos do Ministério da Integração”, disse o prefeito de Buraju, Jorge Sato.

“É muito gratificante ver um benefício tão importante como este chegando em nosso município, porque ele não protege só da poeira e da lama, mas dá saúde e dignidade as pessoas. Estamos muito felizes por todo o apoio que estamos recebendo do ministro Helder”, comentou a prefeita de Tomé-Açu, Aurenice Ribeiro.

CONQUISTAS

O deputado federal e presidente da bancada paraense, Lúcio Vale, esteve presente no evento e ressaltou a parceria que vem sendo construída entre os parlamentares e o governo federal. “Mais uma vez estamos reunidos para comemorar uma pauta positiva pelo Pará, conquistada por este ministro que desde quando assumiu esta missão não parou de garantir benefícios ao estado”.


“É aquisição de equipamentos, abastecimento de água em comunidades rurais, revitalização de orlas, parcerias com a Defesa Civil, urbanização de espaços públicos e pavimentação de vias. Como senador do Pará eu só tenho que comemorar por estar conseguindo trazer tantos recursos aos nossos municípios através de um Ministério que agora trabalha ao nosso lado”, comentou o senador Jader Barbalho.

APOIO

O deputado federal, Éder Mauro, falou da importância dos municípios paraenses estarem recebendo a atenção do governo federal. “Este estado sofre nos quatro cantos com a ausência de politicas públicas por parte do governo do estado. Por isso, é fundamental recebermos esses investimentos do governo federal e, com certeza, ter um ministro paraense que traz recursos para este estado faz toda a diferença. Nós só temos a agradecer”, disse o parlamentar.


“É uma alegria muito grande estar mais uma vez acompanhando o Helder que não para mais de trazer recursos ao nosso estado, agora atendendo diversas cidades com o asfalto, que é tão solicitado pelas pessoas”, disse a deputada federal, Elcione Barbalho.

“Nós só temos que parabenizar os municípios, a nossa bancada e o trabalho do ministro Helder por todo este estado”, reforçou a deputada federal, Simone Morgado, em seu discurso.


“A situação do país é de crise, mas no Pará o que tem feito a diferença é o esforço que estamos recebendo do Helder não só no MI, mas também na articulação no restante do governo”, comentou o deputado federal, Beto Faro.

COMITIVA

A comitiva do ministro paraense foi composta pelo senador Jader Barbalho; deputados federais Lucio Vale, Elcione Barbalho, Beto Faro, Simone Morgado e Éder Mauro; deputado estadual, Iran Lima; Dilvanda Faro; gestores, vereadores, secretários e lideranças da região.

INVESTIMENTOS

Total de investimentos já liberados: R$ 36 milhões

Serviços: Reurbanização e pavimentação de vias públicas.

Total de cidades beneficiadas: 20

1. Placas (R$ 1 milhão)
2. Uruará (R$ 3 milhões)
3. Rurópolis (R$ 2 milhões)
4. Ulianópolis (R$ 1 milhão)
5. Dom Eliseu (R$ 2 milhões)
6. Piçarra (R$ 1 milhão)
7. Eldorado dos Carajás (R$ 2 milhões)
8. Bonito (R$ 1 milhão)
9. Santa Maria do Pará (R$1,5 milhão)
10. Santa Luzia do Pará (R$1,5 milhão)
11. Cachoeira de Piriá (R$ 3 milhões)
12. Viseu (R$ 3,6 milhões)
13. Curuçá (R$ 1,5 milhão)
14. Marapanim (R$ 1,5 milhão)
15. Terra Alta (R$ 1 milhão)
16. Mocajuba (R$ 2 milhões)
17. Igarapé-Miri (R$ 2 milhões)
18. Bujaru (R$ 1,5 milhão)
19. Concórdia do Pará (R$ 2,5 milhões)
20. Tomé-Açu (R$ 2 milhões).


Ministério da Integração Nacional

PREFEITOS PARAENSES REALIZAM MOBILIZAÇÃO CONTRA A CRISE DOS MUNICÍPIOS

segunda-feira, outubro 16, 2017
Nesta segunda-feira 16, foi o dia que ficou marcado no Pará, como uma data em que os prefeitos e prefeitas se organizaram em busca de soluções para a crise que assola as cidades brasileiras.

O “Dia de Mobilização e Reação – Municípios em crise” é uma iniciativa da Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (Famep) e das Associações e Consórcios Regionais que busca reunir os gestores e fortalecer a luta pelas pautas municipalistas.


O Prefeito Alexandre Lunelli esteve em Belém e participou desta discussão onde propôs melhorias para investimentos em infraestrutura, saúde, educação, meio ambiente, saúde e transporte - “Esse e um momento importante onde os municípios por meio de seus prefeitos e prefeitas tentam sensibilizar os demais órgãos e federações para enfrentarmos juntos a crise que os municípios, principalmente os pequenos, passam neste momento e só através destas discussões poderemos construir uma estratégia que possa dar condições de trabalho e melhoria de vida para o nosso povo” - disse Alexandre Lunelli ao embarcar para Belém.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

A mobilização teve início às 9h da manhã, quando os gestores municipais pressionaram os relatores do Novo Código Mineral durante a Sessão Especial sobre as Medidas Provisórias em Tramitação no Congresso Nacional acerca da Compensação Financeira pela Exportação de Recurso (CFEM).

Pela parte da tarde, os prefeitos se reúniram em Assembleia Geral na Sede da Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (Famep), para montarem estratégia de enfrentamento da crise.
Foram discutidos ainda o bloqueio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a arrecadação de Imposto Sobre Serviços (ISS) e a Lei Kandir. Também durante a reunião, foi decido o dia e a forma de sensibilizar a União, o Congresso Nacional e o Estado para um apoio mais efetivo aos municípios. Em agenda paralela, os presidentes das Associações e Consórcios se reuniram com o superintendente da Receita Federal para tratar sobre o bloqueio do FPM.

Por Gleyson Araujo com informações (Famep)

Leia a íntegra da carta de Michel Temer aos parlamentares

segunda-feira, outubro 16, 2017
Presidente se diz vítima de "torpezas e vilezas"
Presidente Michel Temer durante evento Nova York - 20/09/2017 - DARREN ORNITZ / REUTERS
O presidente Michel Temer encaminhou, nesta segunda-feira, uma carta ao Congresso na qual diz ser vítima, desde maio, de uma conspiração para tirá-lo do cargo. Ele cita as gravações feitas pelos dirigentes da JBS e critica a postura do ex-procurador geral da República, Rodrigo Janot.


Leia a íntegra da carta:

"Prezado Parlamentar.

A minha indignação é que me traz a você. São muitos os que me aconselham a nada dizer a respeito dos episódios que atingiram diretamente a minha honra. Mas para mim é inadmissível. Não posso silenciar. Não devo silenciar.

Tenho sido vítima desde maio de torpezas e vilezas que pouco a pouco, e agora até mais rapidamente, têm vindo à luz.

Jamais poderia acreditar que houvesse uma conspiração para me derrubar da Presidência da República. Mas os fatos me convenceram. E são incontestáveis.

Começo pelo áudio da conversa entre os dirigentes da JBS. Diálogo sujo, imoral, indecente, capaz de fazer envergonhar aqueles que o ouvem. Não só pelo vocabulário chulo, mas pelo conteúdo revelador de como se deu toda a trajetória que visava a impedir a prisão daqueles que hoje, em face desse áudio, presos se encontram.

Quem o ouviu verificou uma urdidura conspiratória dos que dele participavam demonstrando como se deu a participação do ex-procurador-geral da República, por meio de seu mais próximo colaborador, Dr. Marcello Miller.

Aquele se tornou advogado da JBS enquanto ainda estava na PGR. E, dela sendo exonerado, não cumpriu nenhuma quarentena prevista expressamente no artigo 128, parágrafo 6°, da Constituição Federal.

Também veio a conhecimento público a entrevista de outro procurador, Ângelo Goulart Vilela, que permaneceu preso durante 76 dias, sem que fosse ouvido. Nela, evidenciou que o único objetivo do ex-procurador-geral era “derrubar o presidente da República”.

“Ele tinha pressa e precisava derrubar o presidente”, disse o procurador. “O Rodrigo (Janot) tinha certeza que derrubaria”, afirmou. A ação, segundo ele, teria dois efeitos: impedir que o presidente nomeasse o novo titular da Procuradoria-Geral da República, e ser, ou indicar, o novo candidato a presidente da República. Veja que trama.

Mas não é só. O advogado Willer Tomaz, que também ficou preso sem ser ouvido, registrou igualmente em entrevista os fatos desabonadores em relação à conduta do ex-procurador-geral.

Em entrevista à revista Época, o ex-deputado Eduardo Cunha disse que a sua delação não foi aceita porque o procurador-geral exigia que ele incriminasse o presidente da República. Esta negativa levou o procurador Janot a buscar alguém disposto a incriminar o Presidente. Que, segundo o ex-deputado, mentiu na sua delação para cumprir com as determinações da PGR. Ressaltando que ele, Funaro, sequer me conhecia.

Na entrevista, o ex-deputado nega o que o dirigente-grampeador, Joesley Batista, disse na primeira gravação: que comprara o seu silêncio.

No áudio vazado por “acidente” da conversa dos dirigentes da JBS, protagonizado por Joesley e Ricardo Saud, fica claro que o objetivo era derrubar o presidente da República. Joesley diz que, no momento certo, e de comum acordo com o Rodrigo Janot, o depoimento já acertado com Lúcio Funaro “fecharia a tampa do caixão”. Tentativa que vemos agora em execução.

Tudo combinado, tudo ajustado, tudo acertado, com o objetivo de: livrar-se de qualquer penalidade e derrubar o presidente da República.

E agora, trazem de volta um delinquente conhecido de várias delações premiadas não cumpridas para mentir, investindo contra o presidente, contra o Congresso Nacional, contra os parlamentares e partidos políticos.

Eu, que tenho milhares de livros vendidos de direito constitucional, com mais de 50 anos de serviços na universidade, na advocacia, na procuradoria e nas secretarias de Estado, na presidência da Câmara dos Deputados e agora na Presidência da República, sou vítima de uma campanha implacável com ataques torpes e mentirosos. Que visam a enlamear meu nome e prejudicar a República.

O que me deixa indignado é ser vítima de gente tão inescrupulosa. Mas estes episódios estão sendo esclarecidos.

A verdade que relatei logo no meu segundo pronunciamento, há quase cinco meses, está vindo à tona. Pena que nesse largo período o noticiário deu publicidade ao que diziam esses marginais. Deixaram marcas que a partir de agora procurarei eliminar, como estou buscando fazer nesta carta.

É um desabafo. É uma explicação para aqueles que me conhecem e sabem de mim. É uma satisfação àqueles que democraticamente convivem comigo.

Afirmações falsas, denúncias ineptas alicerçadas em fatos construídos artificialmente e, portanto, não verdadeiros, sustentaram as mentiras, falsidades e inverdades que foram divulgadas. As urdiduras conspiratórias estão sendo expostas. A armação está sendo desmontada.

É preciso restabelecer a verdade dos fatos. Foi a iniciativa do governo, somada ao apoio decisivo da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, que possibilitou a retomada do crescimento no país.

Quando se fala que a inflação caiu, que os juros foram reduzidos, que fomos capazes de liberar as contas inativas do FGTS e agora de antecipar as idades para percepção do PIS/Pasep, tudo isso tem um significado: impedir o aumento de preços, valorizar o salário e melhorar a vida das pessoas.

Quero acrescentar o que fizemos na área social. No Bolsa Família, por exemplo. Quando assumimos aumentamos em 12,5% seu valor. E zeramos a fila daqueles que nele queriam ingressar.

Mas nós não queremos que os que estão no Bolsa Família nele permaneçam indefinidamente. Queremos que progridam. Por isso lançamos o programa Progredir, com participação dos bancos públicos e da sociedade civil com vistas a incluí-los positivamente na sociedade.

Nenhum programa social foi eliminado ou reduzido. O Brasil não parou, apesar das denúncias criminosas que acabei de apontar.

O Brasil cresceu e vem crescendo. Basta verificar os investimentos estrangeiros e o interesse acentuado pelas concessões e privatizações que estamos corajosamente a realizar.

E a agenda de modernização reformista do País avança com o teto de gastos públicos, lei das estatais, modernização trabalhista, reforma do ensino médio, proposta de revisão da Previdência, simplificação tributária.

Em toda a minha trajetória política a minha pregação foi a de juntar os brasileiros, de promover a pacificação, de conversar, de dialogar. Não acredito na tese do “nós contra eles”. Acredito na união dos brasileiros.

O que devemos fazer agora é continuar a construir, juntos, o Brasil. Com serenidade, moderação, equilíbrio e solidariedade.

Na certeza de que a verdade dos fatos será reposta, agradeço a sua atenção

Atenciosamente,

Michel Temer"


Com informações do Globo
Acidentes (666) Altamira (966) Anapu (48) Belo Monte (221) Belo Sun (13) Brasil (1686) Brasil Novo (635) Celebridades (83) Ciência (180) Cinema (69) Clima e Tempo (40) Curiosidades (786) Desaparecidos (10) Eleições (183) Esporte (72) Governo Federal (319) Ibama (56) Imprensa (110) Internet (349) Itaituba (168) Justiça (633) Marabá (37) Medicilândia (163) Mundo (783) Música (126) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (39) Pará (797) Placas (44) Polícia (2033) Política (1067) Porto de Moz (25) Religião (536) Rurópolis (69) Santarém (203) SBT (293) Souzel (35) Tecnologia (218) Televisão (352) Transamazônica (345) Tucuruí (40) Uruará (296) Vitória do Xingu (124)

Tecnologia