Slideshow

Breaking News

Primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, recebe o líder da Igreja Universal, Edir Macedo

Premiê israelense ressaltou a obra da Igreja Universal e prometeu visitar o Templo de Salomão
Bispo Edir Macedo cumprimenta o premiê israelense, NetanyahuAmos Ben Gershom/GPO
O proprietário da Rede Record e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo, foi recebido na manhã desta quinta-feira (17), em Jerusalém, pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

O encontro entre os dois foi reservado e sem a presença da imprensa. Eles trataram de assuntos como a relação da Igreja Universal com o povo judeu e o Estado de Israel.

Netanyahu destacou a importância do trabalho realizado pela Universal no Brasil e no mundo e afirmou que é fundamental aprimorar as relações entre Brasil e Israel.

O líder israelense ainda cumprimentou Edir Macedo pela construção do Templo de Salomão em São Paulo.

Netanyahu, que é arquiteto de formação, disse que a obra é única e o projeto, magnífico. Ele prometeu em breve visitar o Brasil para conhecer a obra.

Para Shaul Ravid, vice-presidente do fundo de ajuda a Israel, que participou da reunião, mesmo antes do Templo de Salomão, a Igreja Universal já era conhecida pelos laços com Israel. Ele garantiu que as relações entre a igreja e o país serão intensificadas.


"O primeiro-ministro destacou a importância de todo o trabalho feito pela Igreja Universal e, sobretudo, pelo bispo Macedo no Brasil, em particular, e para todo o Estado de Israel, em geral".

Ravid destacou também que o primeiro-ministro agradeceu o trabalho do bispo Macedo pelo esclarecimento e causa israelense.

"Sou muito otimista que, em um futuro próximo, possamos fazer vários tipos de projetos em parceria".

Encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira (17)Amos Ben Gershom/GPO

Templo de Salomão

O templo foi inaugurado em julho de 2014com a presença de diversas autoridades brasileiras e israelenses. Num dos momentos mais importantes da cerimônia, o hino israelense foi executado.

Passado um ano e meio, ele se tornou um dos principais pontos turísticos do Brasil.