Slideshow

Breaking News

Três mortes violentas em Parauapebas


Messias Pereira e José Robert morreram na noite desta segunda-feira (14) a apenas 500 metros da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, no Bairro Novo Horizonte, em Parauapebas.

A Polícia Militar relata que estava fazendo o acompanhamento dos dois jovens após suspeitar que os mesmo estarem armados. Os dois estavam em uma motocicleta Honda Pop 100, de cor preta e sem placa. Ao solicitar que a dupla parasse, os policiais afirmam ter recebido tiros como resposta, desferidos pelo que estava na garupa da moto.

Os militares, então, revidaram os disparos, derrubando os dois ocupantes da motocicleta. Com os mortos foram apreendidos dois revólveres, sendo um calibre 32 e o outro calibre 38, além da moto, que a polícia descobriu ser roubada.

Facadas
O homem não identificado foi assassinado num bar localizado na Rua 15 de Novembro, Bairro Rio Verde, na noite do último sábado (12). A vítima ainda foi socorrida e levada para o Hospital Municipal de Parauapebas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

Preso no dia seguinte pela Polícia Militar, Renato Ramos da Silva Júnior, de 32 anos, alegou ter agido em legítima defesa, porque a vítima queria agredi-lo. "Quando ele [a vítima] ia caindo, eu o acertei com a faca na barriga", detalha Renato, acrescentando que o homem vivia pela área do Mercado do Rio Verde e seria morador de rua.

Fonte: Vela Preta /Waldyr Silva