Slideshow

Breaking News

Cidade cancela Carnaval para usar dinheiro na compra de ambulância

Em torno de R$ 120 mil destinados ao Carnaval serão investidos na área da Saúde. Prefeitura esclarece que o cancelamento do desfile não impede a saída dos blocos nas ruas.

O dinheiro disponibilizado para o Carnaval será utilizado de uma outra forma no Interior de São Paulo. A prefeita de Porto Ferreira, Renata Braga (PSDB), fez o anúncio na tarde da última segunda-feira, 4, sobre a desistência em realizar o tradicional desfile dos blocos de Carnaval na cidade este ano. Renata, prefeita em exercício desde 2013, afirmou que os recursos serão destinados para a compra de uma nova ambulância para o Departamento de Saúde do município.

Em conversa com os representantes dos blocos, a prefeita pediu a compreensão dos integrantes das agremiações. “Vocês todos sabem o quanto eu gosto de Carnaval. Portanto, para mim, é com muita dor no coração que faço este anúncio. Foi uma decisão muito difícil e espero que todos a respeitem. Mas atravessamos uma crise financeira muito séria e a área da Saúde é nossa prioridade”, esclareceu Renata aos representantes dos cinco blocos durante reunião.

Reunião entre Prefeitura e representantes dos blocos de Carnaval
DIVULGAÇÃO / PREFEITURA DE PORTO FERREIRA
O cancelamento do desfile não impede os blocos - O Boi, Infanto Juvenil, Inimigo Meu, Boi Verde e Caveira Negra - de saírem às ruas durante os dias do evento. A única exigência é que as agremiações informem à Seção de Cultura e Polícia Militar com antecedência suas programações (dias, horários e trajetos). Essa medida está prevista em nova legislação municipal recentemente aprovada pela Câmara de Vereadores – lei 3.227/2015.

Os blocos contarão com o apoio da Prefeitura na compra e distribuição das camisetas. Nea terça-feira, 5, aconteceu uma nova reunião que tratou sobre a encomenda das camisetas e esclarecimentos e dúvidas sobre a lei 3.227/2015.

Redação O POVO Online