HOMEM QUE ENTREGOU A MAFIA DO TRÁFICO NO PARÁ É ASSASSINADO EM BELÉM.

sábado, janeiro 09, 2016
Damir Cardoso do Carmo foi assassinado com vários tiros próximo ao aeroporto de Belém - PA.



ATENÇÃO!
IMAGEM FORTE ABAIXO...

Um vídeo de Damir, como era conhecido, saiu nas redes sociais entregando a mafia do tráfico que agia de Roraima passando por Altamira e municípios vizinhos, tais como Itaituba e Santarém.


Damir respondia por um homicídio e tráfico. Uma das vezes que foi preso o mesmo se encontrava portando uma pistola .40 de uso restrito da policia e estava na companhia de um adolescente.

Damir Cardoso trabalhava como pistoleiro e era suspeito de mais 10 homicídios.

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Tem água de qualidade chegando nas comunidades rurais de Capitão Poço

Tem água de qualidade chegando nas comunidades rurais de Capitão Poço O ministro Helder barbalho, já autorizou o início das obras do Programa Água Para Todos na cidade de Capitão Poço. É mais uma obra do Ministério da Integração saindo do papel, e a população comemora com muita alegria o resultado de mais esse trabalho!

Publicado por TV Cidade SBT em Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
Acidentes (701) Altamira (1009) Anapu (52) Belo Monte (225) Belo Sun (14) Brasil (1792) Brasil Novo (650) Celebridades (92) Ciência (188) Cinema (71) Clima e Tempo (43) Curiosidades (898) Desaparecidos (11) Eleições (229) Esporte (76) Governo Federal (346) Ibama (57) Imprensa (113) Internet (394) Itaituba (175) Justiça (674) Marabá (42) Medicilândia (183) Mundo (829) Música (130) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (42) Pará (853) Placas (44) Polícia (2139) Política (1190) Porto de Moz (25) Religião (553) Rurópolis (70) Santarém (211) SBT (301) Souzel (37) Tecnologia (230) Televisão (368) Transamazônica (359) Tucuruí (47) Uruará (304) Vitória do Xingu (131)

O Fenômeno Jair Bolsonaro: o único a empolgar o Brasil

Bolsonaro recebido por eleitores pelo Brasil O Brasil sempre foi um país pródigo na produção de suas pérolas, jabuticabas, e na avali...