Slideshow

Breaking News

ITAMARATY TEME PUNIR DIPLOMATA MILITANTE QUE ENVIOU MENSAGENS PRÓ-DILMA

DIPLOMATA USOU A MÁQUINA PÚBLICA PARA INSULTAR CRÍTICOS DE DILMA
DIPLOMATA MILTON RONDÓ FILHO. FOTO: RENATO ARAÚJO/ABR
Oficialmente, a cúpula do Ministério das Relações Exteriores reprovou a atitude do diplomata Milton Rondó Filho, que aparelhou o setor onde trabalha para fazer militância partidária, transmitindo mensagens que insulta críticos do PT. Mas ninguém no Itamaraty ousa punir Rondó, supostamente ligado a figurões como o ministro Miguel Rossetto (Trabalho), integrante de uma das facções mais radicais do PT.

O secretário-geral do Itamaraty, Sérgio Danese, um dos diplomatas mais admirados pelos colegas, apenas “admoestou” o militante Rondó.

Rondó chefia desde 2004 uma “coordenação de combate à fome”, sem qualquer relevo, para difundir programas eleitoralmente caros ao PT.

Um dos textos transmitidos por Rondó acusa os milhões que pediram o impeachment de Dilma dia 13, de “fascistas, nazistas, racistas” etc.