Jair Bolsonaro é ovacionado em manifestação contra o governo em Brasília

segunda-feira, março 14, 2016
Foto: Fernando Chaves
Brasileiros de todos os Estados saíram às ruas nesse domingo (13) para protestar contra a corrupção e pedir o impeachment da presidente Dilma. Em Brasília, participaram do ato cerca de 200 mil cidadãos (segundo o Movimento Brasil Livre), além do presidente do PSC, Pastor Everaldo, e dos deputados Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Gilberto Nascimento (PSC-SP).

Ovacionado pelos manifestantes, que gritavam “Fora Dilma e Bolsonaro Presidente”, o deputado do PSC reafirmou sua candidatura à presidência em 2018.

“Há poucos dias Lula deu uma entrevista se gabando que disputaria uma eleição sem a direita. Eles agora disputarão uma eleição com a direita. Estou me preparando para isso. Imagine o problema que vai ter quem sentar naquela cadeira presidencial em 2019, por isso estou há dois anos trabalhando nesse intento. Com certeza não será fácil. Terei que sacrificar minha vida particular, e eu tenho uma vida muito boa dentro do Congresso, sou estilingue, não sou vidraça. Estou entrando nessa briga como uma missão do povo brasileiro, como uma missão de Deus, sem desconsiderar quem é ateu, nós estamos no mesmo barco, e ele está afundando. A arma agora é o impeachment e em 2018 tirar o PT do governo. Eu conto com vocês, vamos ganhar essa guerra”, convocou Bolsonaro.

Logo após caminhar pela Esplanada dos Ministérios, o presidenciável fez um rápido discurso de cima do trio elétrico do "Movimento Limpa Brasil", em frente ao Congresso. O deputado fez coro às palavras de ordem gritadas pelos manifestantes a favor da saída de Dilma e do PT do governo. "O Brasil precisa de alguém que sente naquela cadeira e pense como vocês", afirmou.

Renúncia
Para o Pastor Everaldo, após as manifestações por todo o Brasil, não há outra saída para a presidente Dilma, a não ser a renúncia. “Parece que não tem mais jeito, mas estamos aqui porque acreditamos que ainda é possível. O povo na rua, unido para fazer a transformação que esse país necessita, é para que o atual governo possa ver que está na hora de sair, o povo brasileiro não aguenta mais. E a melhor coisa que a presidente Dilma poderia fazer para o Brasil nesse momento seria renunciar, esse é o nosso pedido”, defendeu o presidente do PSC.

Protestos pelo país
Os protestos desse domingo ocorreram em todos os Estados brasileiros, em mais de 300 municípios, e foi o maior já registrado no país, ultrapassando o de 15 de março de 2015. De acordo com a polícia militar 3,6 milhões de pessoas foram às ruas. Mas, segundos os organizadores, 6,9 milhões de cidadãos se manifestaram contra o atual governo.


ASCOM PSC Nacional

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (677) Altamira (985) Anapu (48) Belo Monte (222) Belo Sun (13) Brasil (1731) Brasil Novo (639) Celebridades (85) Ciência (182) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (822) Desaparecidos (10) Eleições (197) Esporte (73) Governo Federal (331) Ibama (57) Imprensa (112) Internet (366) Itaituba (170) Justiça (654) Marabá (39) Medicilândia (165) Mundo (799) Música (127) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (40) Pará (822) Placas (44) Polícia (2072) Política (1120) Porto de Moz (25) Religião (540) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (295) Souzel (35) Tecnologia (226) Televisão (357) Transamazônica (349) Tucuruí (45) Uruará (299) Vitória do Xingu (126)