Tiririca recusou suborno e disse: "Não tem problema se ser otário é seguir os passos de Jesus"

segunda-feira, março 21, 2016

O famoso palhaço "Tiririca" que atualmente exerce o seu segundo mandato como Deputado Federal, teve seu nome citado na delação feita pelo Senador Delcídio do Amaral, do PT. Mas um fato curioso e surpreende chamou a atenção sobre o deputado Tiririca.

Na delação feita pelo Senador, ele citou diversos nomes, não poupando ninguém, como o da atual presidente Dilma, o ex-presidente Lula, do senador Aécio Neves que passará a ser alvo de investigações, entre outros ministros e muitos outros da oposição.

No meio dos diversos nomes citados por Delcídio, o nome de Francisco Everardo, ou mais conhecido como Tiririca, protagonizou um fato surpreendente diante do atual cenário de corrupção que o Brasil vive nos últimos anos.

Segundo o documento homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado Tiririca teria sido convidado para fazer parte da lista dos políticos que teriam como missão barrar a CPI da Petrobrás, e foi oferecido ao político um valor de 500 mil reais para ele votar contra a instauração da CPI que investigaria o escândalo da Petrobrás.

De acordo com o documento, Tiririca teria se alterado e ameaçado de agredir o operador que estava com uma mala de dinheiro para subornar Tiririca.

Tiririca expulsou o operador que tentava suborná-lo, com xingamentos e empurrões, expulsando o operador do local. Em seguida, Tiririca mandou para o senador a seguinte mensagem:

"Delcídio, não te chamo de excelência, porque você não é excelente. Nunca mais mande ninguém para oferecer dinheiro em troca de votos. Voto com minha consciência pensando no que pode ser melhor para o povo. Nem meu partido tem moral de me fazer mudar meu voto, quanto mais seu dinheiro sujo. Não entrei pra política atrás de dinheiro. Já passei fome na época do circo. Fiz sucesso e ganhei muito dinheiro. Perdi todo meu dinheiro e todo meu sucesso. Votei pro circo sem nenhum constrangimento porque lá é minha casa. Me reergui graças ao povo e ao Tom Cavalcanti. Mesmo na miséria não roubei dinheiro de ninguém. Não seria agora que sujaria minhas mãos e minha história. Posso estar sendo chamado de otário por todos os outros deputados que aceitaram fazer isso. Não tem problema se ser otário é seguir os passos de Cristo, eu serei para sempre um otário. Só que meus filhos nunca precisarão me visitar em um presídio. Entendeu, Delcídio?"

Informações e fonte "Folha Brasil"

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (649) Altamira (951) Anapu (47) Belo Monte (220) Belo Sun (13) Brasil (1666) Brasil Novo (630) Celebridades (77) Ciência (177) Cinema (67) Clima e Tempo (40) Curiosidades (760) Desaparecidos (10) Eleições (178) Esporte (72) Governo Federal (310) Ibama (56) Imprensa (107) Internet (342) Itaituba (163) Justiça (624) Marabá (37) Medicilândia (160) Mundo (768) Música (125) Norte Energia (185) Novo Repartimento (23) Pacajá (38) Pará (776) Placas (43) Polícia (2006) Política (1038) Porto de Moz (25) Religião (529) Rurópolis (67) Santarém (201) SBT (290) Souzel (35) Tecnologia (215) Televisão (344) Transamazônica (342) Tucuruí (39) Uruará (291) Vitória do Xingu (123)