Senadores visitam obras da usina de Belo Monte

sábado, abril 09, 2016

Os senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Paulo Rocha (PT-PA), Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Elmano Férrer (PTB-PI) estão em Altamira (PA) para vistoriar os procedimentos de instalação da usina de Belo Monte. Os integrantes da Subcomissão de Acompanhamento das Obras de Belo Monte e da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) sobrevoaram, nesta quinta-feira (7), todos os sítios da usina e fizeram visitas nas obras da barragem, nos alojamentos e na casa de máquinas.

"Tivemos a oportunidade de ter uma visão da magnitude da obra de Belo Monte. Uma das 18 turbinas que compõem a usina na sua totalidade, já esta em funcionamento, gerando energia" explicou Flexa.

De acordo com o senador, o que mais preocupa a comitiva não é a questão da geração de energia, mas sim da execução das chamadas condicionantes. Em 23 de novembro do ano passado, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) concedeu a licença de operação à Norte Energia para que o consórcio possa iniciar o enchimento do lago da usina. Apesar da liberação, a avaliação do órgão indica que 12 obrigações do setor ambiental não haviam sido cumpridas. Outras 14 condicionantes referentes à questão indígena também estão pendentes.

Audiência
Flexa Ribeiro, que preside a subcomissão, explicou que os senadores vão participar também de uma audiência pública com o Ministério Público Federal e Estadual, com a prefeitura dos municípios impactados pela obra, além de trabalhadores, ONGs e empresários envolvidos na obra. O objetivo, segundo ele, é coletar informações sobre quais condicionantes já estão prontas, quais estão em andamento e quais ainda não foram iniciadas.

"A partir dessa audiência, nós encerraremos, nesta sexta-feira (8), nossa diligência fazendo visitas in loco a essas condicionantes para verificarmos e tomarmos as providências. A subcomissão, ao final, terá um relatório que será encaminhado a Norte Energia, com uma previsão de quando essas condicionantes estarão prontas" disse.

Orçada em cerca de R$ 26 bilhões, Belo Monte será a terceira maior hidrelétrica do mundo em potência, atrás da chinesa Três Gargantas e da usina binacional de Itaipu, instalada entre o Brasil e o Paraguai. Em construção pela Norte Energia — empresa responsável pela usina, que tem como sócios o Grupo Eletrobras, Cemig, Vale e Neoenergia, entre outros — Belo Monte está com 87% das obras concluídas.


Agência Senado

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (649) Altamira (951) Anapu (47) Belo Monte (220) Belo Sun (13) Brasil (1666) Brasil Novo (630) Celebridades (77) Ciência (177) Cinema (67) Clima e Tempo (40) Curiosidades (760) Desaparecidos (10) Eleições (178) Esporte (72) Governo Federal (310) Ibama (56) Imprensa (107) Internet (342) Itaituba (163) Justiça (624) Marabá (37) Medicilândia (160) Mundo (768) Música (125) Norte Energia (185) Novo Repartimento (23) Pacajá (38) Pará (776) Placas (43) Polícia (2006) Política (1038) Porto de Moz (25) Religião (529) Rurópolis (67) Santarém (201) SBT (290) Souzel (35) Tecnologia (215) Televisão (344) Transamazônica (342) Tucuruí (39) Uruará (291) Vitória do Xingu (123)