Homem é preso após mulher morrer durante relação sexual

quarta-feira, maio 18, 2016
(Foto: CEN)
O jornalista Juan Ruiz Torres, de 32 anos, foi preso após a psicóloga Tania Trinidad Paredes, de 23, morrer durante uma relação sexual com ele. O corpo de Tania foi encontrado na casa do homem na Cidade do México, no México.

Em depoimento, o homem classificou a situação como um acidente, negou ter violentado a mulher e afirmou que a psicóloga sugeriu "uma sessão de sexo violento" e pediu para ser estapeada e estrangulada. "Durante o ato, ela me pediu para apertar seu pescoço agredi-la porque ela gostava de sexo violento", disse ele às autoridades, segundo o Daily Mail.

Atendendo ao suposto pedido, o homem usou um cabo para estrangular a mulher, que sofreu um colapso e morreu. Legistas apontaram, após exames, que o pescoço dela foi quebrado durante o estrangulamento.

A imprensa local apontou que, antes de contar sua versão da história, Torres negou qualquer envolvimento na morte da psicóloga.

A polícia está vasculhando os celulares dos envolvidos para entender que tipo de relação os dois mantinham. Por enquanto, nenhuma acusação formal foi feita contra o jornalista. O caso continua sob investigação.

UOL

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (668) Altamira (967) Anapu (48) Belo Monte (221) Belo Sun (13) Brasil (1693) Brasil Novo (636) Celebridades (83) Ciência (180) Cinema (69) Clima e Tempo (40) Curiosidades (791) Desaparecidos (10) Eleições (186) Esporte (72) Governo Federal (320) Ibama (56) Imprensa (110) Internet (351) Itaituba (168) Justiça (639) Marabá (38) Medicilândia (163) Mundo (785) Música (126) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (39) Pará (798) Placas (44) Polícia (2039) Política (1074) Porto de Moz (25) Religião (536) Rurópolis (70) Santarém (204) SBT (293) Souzel (35) Tecnologia (220) Televisão (352) Transamazônica (345) Tucuruí (40) Uruará (296) Vitória do Xingu (125)