MST mata gado e depreda fazenda de amigo de Temer, diz PM

terça-feira, maio 17, 2016
MST invade fazenda de amigo de Temer no interior de São Paulo
A Polícia Civil de Duartina, interior de São Paulo, abriu inquérito para apurar denúncia de depredação, furtos e abate de gado na Fazenda Esmeralda, pertencente ao ex-coronel da Polícia Militar João Batista Lima Filho, amigo do presidente em exercício Michel Temer (PMDB). Relatório da PM aponta o furto de equipamentos e danos causados à propriedade durante a invasão por 800 integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST). A fazenda de 1,5 mil hectares foi invadida na madrugada do dia 9 e desocupada neste domingo, 15, após a Justiça ter determinado a saída dos militantes.

O MST alega indícios de que Temer é sócio oculto da propriedade, o que foi negado por ele. Conforme o relatório, os sem-terra furtaram motosserras, ferramentas e câmeras de vigilância, além de terem danificado um trator, outros veículos da fazenda, cercas e benfeitorias. Foram encontradas carcaças de bois supostamente abatidos pelos invasores para consumo da carne.

O total de reses abatidas não tinha sido contabilizado até a tarde desta segunda-feira. A casa-sede e outros imóveis da fazenda tiveram as paredes pichadas.

O delegado da Polícia Civil Luis Carlos Amado determinou realização de perícia na propriedade e pediu um levantamento detalhado dos danos e objetos furtados para instruir a investigação.

Em nota, o MST negou as acusações. “Esclarecemos que não houve nenhum tipo de depredação ou dano cometido na área. Nossa ação foi legítima e pacífica.” Segundo o movimento, as pichações não caracterizam destruição do patrimônio e refletem o protesto dos sem-terra contra a monocultura de eucalipto na fazenda e a anexação à propriedade de uma antiga ferrovia pertencente à União.

Outro lado. A direção do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) negou nesta segunda-feira, 16, que irá receber representantes do MST paulista em Brasília para discutir a reforma agrária no Estado e a questão da fazenda do amigo de Temer. Em nota, o MST havia informado que a desocupação da Fazenda Esmeralda foi decidida após reunião com o representante do Incra nacional, Leonardo Góes Silva, que teria se comprometido a agendar o encontro para os próximos 20 dias.

A reunião aconteceu no sábado, 14, na Câmara de Duartina, com a presença de Silva. O movimento entregou a ele uma pauta na qual denuncia suposta autuação da fazenda por trabalho escravo, quando era produtora de laranja, e reivindica o assentamento de cinco mil famílias acampadas em São Paulo. “O Incra se comprometeu em fazer um monitoramento na pauta e apresentar um retorno em 15 dias”, informa a nota.

O Incra, no entanto, mesmo informado sobre a presença de Silva na reunião, manteve a informação de não ter enviado representante à reunião e afirmou desconhecer a agenda com o MST. Silva, que é diretor de Programas do Incra nacional, foi procurado e não deu retorno.

Os donos da fazenda, Lima Filho, e sua empresa, Argeplan, reiteraram em nota que as terras foram adquiridas de maneira regular, a partir de 1986, e são produtivas. “Todas as áreas de propriedade da Argeplan e do Sr. Jão Baptista Lima Filho são absolutamente regulares, assim como as atividades produtivas nelas desenvolvidas, respeitando o meio ambiente e as relações de trabalho, observando absolutamente a legislação.” A nota não faz menção aos estragos causados pelo MST.

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (677) Altamira (986) Anapu (48) Belo Monte (222) Belo Sun (13) Brasil (1734) Brasil Novo (639) Celebridades (85) Ciência (182) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (826) Desaparecidos (10) Eleições (198) Esporte (73) Governo Federal (331) Ibama (57) Imprensa (112) Internet (367) Itaituba (171) Justiça (654) Marabá (39) Medicilândia (165) Mundo (801) Música (127) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (40) Pará (823) Placas (44) Polícia (2076) Política (1122) Porto de Moz (25) Religião (541) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (295) Souzel (35) Tecnologia (227) Televisão (357) Transamazônica (349) Tucuruí (45) Uruará (299) Vitória do Xingu (126)