PT estima que 50 mil militantes terão que procurar emprego a partir de 1° de janeiro

sábado, outubro 08, 2016

Do impeachment da ex-presidente Dilma, passando pelo crescimento das prisões de políticos da sigla e a perda de 350 prefeituras nas eleições municipais, o purgatório petista está longe de terminar.


Com o massacre eleitoral sofrido pelo partido nas eleições deste ano, os dirigentes petistas estimam que 50 mil militantes em cargos comissionados nas máquinas administradas pelo partido estarão desempregados a partir de 1° de janeiro de 2017, engrossando os 12 milhões de desempregados gerados pela crise econômica criada pelo partido fascista. O numero de militantes desempregados ainda pode crescer, dependendo do resultado do 2° turno.

Com isso, as doações dos filiados ao partido também devem despencar.

Fonte: Ilisp

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (667) Altamira (966) Anapu (48) Belo Monte (221) Belo Sun (13) Brasil (1687) Brasil Novo (635) Celebridades (83) Ciência (180) Cinema (69) Clima e Tempo (40) Curiosidades (788) Desaparecidos (10) Eleições (183) Esporte (72) Governo Federal (320) Ibama (56) Imprensa (110) Internet (350) Itaituba (168) Justiça (635) Marabá (38) Medicilândia (163) Mundo (784) Música (126) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (39) Pará (798) Placas (44) Polícia (2036) Política (1068) Porto de Moz (25) Religião (536) Rurópolis (69) Santarém (204) SBT (293) Souzel (35) Tecnologia (218) Televisão (352) Transamazônica (345) Tucuruí (40) Uruará (296) Vitória do Xingu (124)