Avião hipersônico voará de Nova York a Londres em 20 minutos, diz engenheiro

domingo, dezembro 11, 2016
Batizado de AntiPode, será 24 vezes mais rápido que velocidade do som, segundo criador
O avião AntiPode terá capacidade para 10 pessoas, segundo o projeto - Divulgação/Imaginactive
Um designer e engenheiro canadense promete criar uma aeronave capaz de ir de Nova York a Londres em 20 minutos. A empreitada é de Charles Bombardier, fundador da empresa sem fins lucrativos Imaginactive, onde ele constrói veículos e cria novos conceitos de mobilidade.

Bombardier diz que está em andamento o projeto de construção do AntiPode, avião hipersônico que poderá voar em Mach 24, isto é, 24 vezes mais rápido do que a velocidade do som. Isso o faria nada menos do que 12 vezes mais veloz do que o Concorde, o famoso avião supersônico comercial mais rápido do mundo.

O Mach é uma medida adimensional de velocidade, definida como a razão entre a velocidade do objeto e a velocidade do som. Segundo o criador, a aeronave terá capacidade para 10 pessoas e será capaz de alcançar velocidades de 20.000 km/h.

A ideia de Bombardier é que o veículo contaria com um motor a jato e utilizaria um par de propulsores a jato reutilizáveis, que o ajudariam a levantar voo de qualquer pista e chegar até o Mach 5 antes da decolagem.

E como lidar com a enorme temperatura e pressão gerada por tamanha velocidade? O segredo está no em um fenômeno aerodinâmico descoberto recentemente chamado LPM (“Long Penetration Mode” ou “Modo de Longa Penetração”, em português), do qual o AntiPode tira proveito.

AntiPode será capaz de alcançar velocidades de 20.000 km/h - Divulgação/Imaginactive
Em resumo, uma saída localizada no "nariz" do avião cria um contrafluxo de ar na estrutura do veículo, que reduz o calor gerado pelo atrito com o ar, assim como a onda de choque causada pela quebra da barreira do som. Mesmo assim, a fuselagem do Antipode ainda precisará ter uma pesada proteção contra calor e pressão, já que o LPM não dá fim a esses fatores por completo.

— A ideia de ir de Nova York a Londres em, digamos 20 minutos, é o que eu acho que realmente chamou a atenção das pessoas — disse à "BBC" Charles Bombardier. — É sempre algo que todos gostariam: um sistema de transporte que possa nos levar de um lado do planeta para o outro rapidamente.

Ele ressaltou à BBC que, atualmente, este ainda é um conceito, mas espera que a iniciativa leve as pessoas a compartilharem ideias.

— Eu queria ajudar a obter financiamento para fazer mais pesquisas, e, por isso, eu tentei empurrar toda a coisa para a frente — contou ele à "BBC". — Sei que isso pode não levar à aeronave que eu quero no final, mas pode ajudar a desenvolver novas tecnologias e novos processos. Se isso acontecer, então estou feliz por ter feito algo para ajudar a sociedade.

O GLOBO

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (649) Altamira (951) Anapu (47) Belo Monte (220) Belo Sun (13) Brasil (1666) Brasil Novo (630) Celebridades (77) Ciência (177) Cinema (67) Clima e Tempo (40) Curiosidades (760) Desaparecidos (10) Eleições (178) Esporte (72) Governo Federal (310) Ibama (56) Imprensa (107) Internet (342) Itaituba (163) Justiça (624) Marabá (37) Medicilândia (160) Mundo (768) Música (125) Norte Energia (185) Novo Repartimento (23) Pacajá (38) Pará (776) Placas (43) Polícia (2006) Política (1038) Porto de Moz (25) Religião (529) Rurópolis (67) Santarém (201) SBT (290) Souzel (35) Tecnologia (215) Televisão (344) Transamazônica (342) Tucuruí (39) Uruará (291) Vitória do Xingu (123)