Slideshow

Breaking News

Avião hipersônico voará de Nova York a Londres em 20 minutos, diz engenheiro

Batizado de AntiPode, será 24 vezes mais rápido que velocidade do som, segundo criador
O avião AntiPode terá capacidade para 10 pessoas, segundo o projeto - Divulgação/Imaginactive
Um designer e engenheiro canadense promete criar uma aeronave capaz de ir de Nova York a Londres em 20 minutos. A empreitada é de Charles Bombardier, fundador da empresa sem fins lucrativos Imaginactive, onde ele constrói veículos e cria novos conceitos de mobilidade.

Bombardier diz que está em andamento o projeto de construção do AntiPode, avião hipersônico que poderá voar em Mach 24, isto é, 24 vezes mais rápido do que a velocidade do som. Isso o faria nada menos do que 12 vezes mais veloz do que o Concorde, o famoso avião supersônico comercial mais rápido do mundo.

O Mach é uma medida adimensional de velocidade, definida como a razão entre a velocidade do objeto e a velocidade do som. Segundo o criador, a aeronave terá capacidade para 10 pessoas e será capaz de alcançar velocidades de 20.000 km/h.

A ideia de Bombardier é que o veículo contaria com um motor a jato e utilizaria um par de propulsores a jato reutilizáveis, que o ajudariam a levantar voo de qualquer pista e chegar até o Mach 5 antes da decolagem.

E como lidar com a enorme temperatura e pressão gerada por tamanha velocidade? O segredo está no em um fenômeno aerodinâmico descoberto recentemente chamado LPM (“Long Penetration Mode” ou “Modo de Longa Penetração”, em português), do qual o AntiPode tira proveito.

AntiPode será capaz de alcançar velocidades de 20.000 km/h - Divulgação/Imaginactive
Em resumo, uma saída localizada no "nariz" do avião cria um contrafluxo de ar na estrutura do veículo, que reduz o calor gerado pelo atrito com o ar, assim como a onda de choque causada pela quebra da barreira do som. Mesmo assim, a fuselagem do Antipode ainda precisará ter uma pesada proteção contra calor e pressão, já que o LPM não dá fim a esses fatores por completo.

— A ideia de ir de Nova York a Londres em, digamos 20 minutos, é o que eu acho que realmente chamou a atenção das pessoas — disse à "BBC" Charles Bombardier. — É sempre algo que todos gostariam: um sistema de transporte que possa nos levar de um lado do planeta para o outro rapidamente.

Ele ressaltou à BBC que, atualmente, este ainda é um conceito, mas espera que a iniciativa leve as pessoas a compartilharem ideias.

— Eu queria ajudar a obter financiamento para fazer mais pesquisas, e, por isso, eu tentei empurrar toda a coisa para a frente — contou ele à "BBC". — Sei que isso pode não levar à aeronave que eu quero no final, mas pode ajudar a desenvolver novas tecnologias e novos processos. Se isso acontecer, então estou feliz por ter feito algo para ajudar a sociedade.

O GLOBO

Nenhum comentário