Empresa chinesa lança smartphone de luxo com bateria monstruosa

terça-feira, dezembro 27, 2016
(Foto: reprodução)
A empresa chinesa Gionee lançou ontem um smartphone ideal para quem não quer ficar nunca sem bateria. Trata-se do M2017, um dispositivo com design de luxo que traz uma bateria enorme de 7000 mAh de capacidade. Para comparar, o dispositivo à venda no mercado brasileiro com a maior bateria é o Galaxy A9, da Samsung, que tem "apenas" 5000 mAh de capacidade.

O M2017 também tem outros recursos bem interessantes além dessa bateria enorme. Ele tem uma tela AMOLED de 5,7 polegadas com resolução 2K (1440x2560 pixels), vem com 6GB de RAM e está disponível em opções com 128GB ou 256GB de armazenamento. Seu sistema operacional é uma versão altamente modificada do Android 6.0 chamada de Amigo UI, segundo o Times News.

Em termos de câmera, ele possui uma configuração dupla de câmeras na parte traseira, com um sensor de 13MP e outro de 12MP, permitindo zoom óptico de 2x de maneira parecida com o iPhone 7 Plus. A camera frontal do M2017, por sua vez, tem um sensor de 8MP.

Mais detalhes

Por outro lado, o processador do dispositivo é uma escolha relativamente curiosa. Trata-se de um Snapdragon 653 octa-core, com quatro núcleos rodando a 1,95 GHz e outros quatro a 1,44 GHz. Esse processador está mais alinhado com os chips encontrados em smartphones intermediários, e um Snapdragon 821 teria sido mais adequado às configurações do aparelho, como nota o Engadget.

Mas o fato de o processador não exigir muito da bateria deve fazer com que ela dure ainda mais. A empresa promete que ele entregue até 32 horas seguidas de conversação e até 26 horas ininterruptas de vídeo. Caso o usuário deixe o aparelho com a tela desligada, a empresa diz que sua bateria deverá durar até 915 horas - ou seja, cerca de 38 dias.

É o design do aparelho, contudo, que levou a Gionee a chamá-lo de um smartphone de luxo. Ele é todo feito de metal e sua parte traseira é recoberta por uma manta de couro. A bateria gigantesca, contudo, faz com que ele tenha mais de um centímetro de espessura (cerca de 40% a mais que o iPhone 7).

Fora isso ele também possui outros recursos presentes em smartphones de ponta, como carregamento rápido e conexão USB-C. Infelizmente, porém, ele segue a triste tendência dos smartphones top de linha de eliminar a saída para fone de ouvido. Ele pode ser adquirido nas cores preto ou dourado.

Disponibilidade

Na China, já é possível comprar o M2017 em pré-venda, e ele será disponibilizado em lojas a partir do dia 6 de janeiro. Por conta de suas configurações e de seu status "de luxo", contudo, ele não será nada barato. A versão com 128GB será vendida por 7 mil yuan (cerca de R$ 3.300) e a com 256GB sairá por estonteantes 17 mil yuan (cerca de R$ 8.020).

A empresa, no entanto, ainda não deu detalhes sobre o lançamento do aparelho em outros mercados. Caso isso aconteça, é possível que suas configurações, opções de cor e preço sejam mudadas.

Olhar Digital

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (677) Altamira (986) Anapu (48) Belo Monte (222) Belo Sun (13) Brasil (1734) Brasil Novo (639) Celebridades (85) Ciência (182) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (826) Desaparecidos (10) Eleições (198) Esporte (73) Governo Federal (331) Ibama (57) Imprensa (112) Internet (367) Itaituba (171) Justiça (654) Marabá (39) Medicilândia (165) Mundo (801) Música (127) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (40) Pará (823) Placas (44) Polícia (2076) Política (1122) Porto de Moz (25) Religião (541) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (295) Souzel (35) Tecnologia (227) Televisão (357) Transamazônica (349) Tucuruí (45) Uruará (299) Vitória do Xingu (126)