Hospital Regional oferece atendimento em alta complexidade na região da Transamazônica/Xingu

terça-feira, dezembro 06, 2016

Após lesionar gravemente duas vértebras, em um acidente ocorrido em um banho de rio na região da Transamazônica, o mecânico Alex Júnior Nazario Amâncio dos Santos, de 21 anos, realiza tratamento médico especializado há dois meses no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira (PA). A gravidade do acidente coloca em risco a saúde do jovem, que aguarda cirurgia na coluna cervical.

“Eu estava me divertindo, quando pulei no rio, na parte rasa, e bati a cabeça. Na hora, eu não senti dor, inclusive eu saí andando. Mas no outro dia, amanheci com uma forte dor no pescoço, que me incomodou muito, foi então que procurei a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Lá, eles solicitaram exames e diagnosticaram o trauma” conta Alex, que em seguida foi encaminhado para o Hospital Regional, por conta da gravidade do caso. “Aqui estou recebendo o tratamento adequado, fui imobilizado e estou sendo bem tratado. Fico feliz em poder receber esse tratamento aqui na minha região, próximo da minha família e amigos. Eu não teria condições de ir para outro Estado”, revela o usuário.

Segundo a equipe de Neurocirurgia da unidade, a lesão foi nas vértebras 3 e 4, e é considerada uma lesão delicada, inclusive comprometendo a mobilidade do usuário, que ainda corre o risco de ficar paraplégico. Para corrigir a fratura, o jovem será submetido a uma cirurgia de artrodese de coluna cervical, que antes era feita em São Paulo, mas que há cinco anos, já é realizada no HRPT.

Assim como o caso de Alex, outros casos complexos também são tratados no HRPT, como o de seu Rogilo Viana Lima, de 39 anos, que há mais de um ano já realiza tratamento na unidade hospitalar. O pedreiro sofreu um grave acidente de trânsito, na BR-230, desde então ele já foi internado quatro vezes no HRPT, e luta para recuperar o movimento da perna direita. “Eu estava dirigindo alcoolizado e em alta velocidade. Segundo os médicos, a minha lesão atingiu o fêmur, mas a equipe do HPPT me salvou, e agora meu desejo é me recuperar totalmente e voltar para perto da minha família”, relata o paciente que é morador do município de Breu Branco (PA), localizado a 300 km de Altamira.

Desde a inauguração do Hospital Regional, vários casos considerados graves já foram atendidos no hospital, como: tumores encefálicos e meningocele. Antigamente, esses pacientes, após diagnosticados, eram transferidos para outros centros hospitalares, como por exemplo, em Belém ou São Paulo. Mas hoje, todo o tratamento já é feito em Altamira.

Para o coordenador do Centro Cirúrgico e Central de Material Esterilização (CME), Romerito Margotte, o atendimento de alta complexidade é um avanço para a região da Transamazônica/Xingu. “Há dois anos, a equipe médica começou a investir em cirurgias de neurocirurgia dentro do hospital. Tumores encefálicos e meningocele hoje tem atendimento, aqui, no meio da Amazônia e não precisa ser transferido para outro Estado, visto que a transferência gera transtornos para o paciente e custo para o Estado”, revela o coordenador.

De acordo com o diretor Geral da unidade, Edson Primo, o atendimento ofertado pelo Hospital Regional permitiu reduzir as transferências de Tratamento Fora do Domicílio (TFD). “Hoje, nós conseguimos uma média positiva de TFD de alta complexidade, apenas, um por ano, o que é bom para o hospital, para o paciente e para toda sociedade”, explica.

As principais cirurgias de perfil epidemiológico realizadas, hoje, no centro cirúrgico do HRPT são: fraturas de tíbia e de fêmur. Para atender a demanda com excelência, a unidade conta com neurocirurgião à disposição 24h por dia. No Centro Cirúrgico há também o atendimento médico especializado em neurocirurgia, cirurgia geral e ortopedia, o que facilita o atendimento a pacientes com politraumatrismo, Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE), trauma torácico, trauma abdominal, dentre outros. Com a presença do médico neurocirurgião é possível a realização de procedimento especializado complexos, como: craniotomia, derivação ventrículo-peritoneal, drenagem ventricular externa e trauma raquemedular.

Segundo o diretor do 10º Centro Regional de Saúde, Edivar Filho, a importância do Hospital Regional é imensurável para a população da Região da Transamazônica. “Para exemplificar com mais clareza essa afirmação, faço uma rápida comparação: ao longo desses dez anos, o HRPT já atendeu oito vezes mais a população que abrange a 10º Regional. Desde o início da oferta desse serviço foi possível observar a redução de óbitos, e ainda temos na prática a oferta de uma saúde humanizada e com qualidade”, explica o diretor.

Unidade

O HRPT atende um número estimado de 500 mil habitantes, de pelo menos nove municípios. Nesta quarta-feira, 7/12, o HRPT completa dez anos. Durante esses anos, já foram realizados mais de 2,6 milhões de atendimentos ente eles: 22.855 cirurgias, 28.654 internações e 2.045.500 exames. Números que se refletem no índice de satisfação do usuário, que chega 99,15% este ano.

O Hospital oferta 97 leitos, que estão distribuídos em 21 clínicos, 32 cirúrgicos, 15 pediátricos, seis obstétricos, nove UTI Adulto, cinco UTI pediátrica, cinco UTI neonatal, quatro berçários de alto risco, cinco consultórios ambulatoriais, quatro salas no centro cirúrgico, 21 máquinas de hemodiálise e 11 no pronto socorro. As especialidades atendidas são: neurocirurgia, hemodiálise, traumatologia, ortopedia e cirurgia geral. A unidade atende pacientes de nove municípios da região da Transamazônica/Xingu, regulados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O HRPT é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), desde sua inauguração.

Por Thaís Portela - Ascom Hospital Regional Público da Transamazônica
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Destaque

Veja Também

Acidentes (649) Altamira (948) Anapu (47) Belo Monte (220) Belo Sun (13) Brasil (1660) Brasil Novo (630) Celebridades (76) Ciência (177) Cinema (67) Clima e Tempo (40) Curiosidades (753) Desaparecidos (10) Eleições (175) Esporte (72) Governo Federal (306) Ibama (56) Imprensa (107) Internet (341) Itaituba (163) Justiça (620) Marabá (37) Medicilândia (160) Mundo (764) Música (124) Norte Energia (185) Novo Repartimento (23) Pacajá (38) Pará (772) Placas (43) Polícia (2004) Política (1030) Porto de Moz (25) Religião (527) Rurópolis (67) Santarém (200) SBT (290) Souzel (35) Tecnologia (214) Televisão (344) Transamazônica (342) Tucuruí (38) Uruará (290) Vitória do Xingu (123)