Slideshow

Breaking News

Homem mata filho, ex-mulher e mais dez pessoas

O atirador não teria aceitado a separação da esposa, o que motivou a chacina.
Moradores se aglomeram ao redor de casa onde houve assassinato de 12 pessoas em Campinas
Uma festa de Ano Novo terminou em tragédia na cidade de Campinas, em São Paulo. Doze pessoas foram assassinadas dentro de casa, durante uma confraternização, pouco antes da meia-noite deste sábado. Outras três pessoas foram baleadas e levadas a hospitais da região.

Sidnei de Araújo invadiu a casa pulando um muro e disparou contra a ex-mulher, Isamara Filier, o filho de 8 anos e outras dez pessoas. Em seguida, o atirador se suicidou com um tiro na cabeça.

Segundo informações da Polícia Militar, o caso aconteceu na Rua Pompílio Morandi, na Vila Prost de Souza.

O atirador não teria aceitado a separação da esposa e tentava a guarda do filho na Justiça, o que motivou o crime. A mulher morreu ainda em casa.

Uma das pessoas que estava na festa conseguiu fugir pulando o muro da residência e pediu ajuda a vizinhos. Outros dois adolescentes escaparam porque se esconderam num banheiro.

Veja (Com Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário