Bolsonaro diz não ter medo de Lula na disputa presidencial em 2018

segunda-feira, fevereiro 13, 2017
O deputado federal falou sobre candidatura, governo Temer e eleições de 2016
Deputado federal Jair Bolsonaro
O deputado federal Jair #bolsonaro, famoso pela sua personalidade forte e por suas declarações polêmicas, já afirmou que possui a intenção de disputar a Presidência da República em 2018. Atualmente filiado ao Partido Social Cristão (PSC) ,Jair não garante que irá para disputa por seu atual partido.

Dono de uma grande popularidade, principalmente nas redes sociais, Bolsonaro aposta em seus grandes números para vencer em 2018. O deputado disse esta semana, em uma entrevista para uma emissora da Paraíba, que não tem medo de uma possível disputa com o ex-presidente Luiz Lula Inácio Lula da Silva. Bolsonaro diz que não teme ninguém e afirma que não irá abaixar o nível da disputa, xingando ou difamando o adversário, mas também não irá mudar seu jeito de ser.

O deputado federal está rodando por vários Estados e até mesmo fora do país para pesquisar soluções para a atual situação que Brasil se encontra. E disse que o presidente Michel Temer está fazendo o que pode com o "país totalmente quebrado" que foi posto em suas mãos.

Bolsonaro lembra que a equipe do presidente é repleta de políticos citados na Operação Lava Jato, mas espera que, apesar disso, Temer consiga fazer um bom governo, mesmo ele achando que isso dificulta a situação do presidente.

A popularidade do deputado só cresce e é comum circularem vídeos de Bolsonaro em aeroportos ou em outros locais públicos recebendo o carinho de pessoas, que gritam seu nome e pedem para tirar fotos.

Bolsonaro acha que as surpresas que tivemos no ano de 2016 podem ser um indício do que pode acontecer no ano de 2018 nas eleições presidenciais. Ele citou a eleição de João Doria como prefeito da cidade de São Paulo, o que surpreendeu a todos e também falou sobre a eleição presidencial dos Estados Unidos, com a vitória de Donald Trump.

Os dois casos são exemplos de mudança que Bolsonaro acha que o Brasil tem que ter. O deputado disse que as pessoas estão se cansando da esquerda e percebendo que "precisamos do capitalismo", segundo ele. Um ponto que o deputado frisa é a meritocracia, que precisa ser valorizada para que o país possa crescer junto.

Fonte: Blastingnews

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (678) Altamira (988) Anapu (48) Belo Monte (222) Belo Sun (13) Brasil (1738) Brasil Novo (640) Celebridades (85) Ciência (183) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (829) Desaparecidos (11) Eleições (200) Esporte (73) Governo Federal (332) Ibama (57) Imprensa (112) Internet (369) Itaituba (171) Justiça (656) Marabá (39) Medicilândia (165) Mundo (802) Música (127) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (40) Pará (824) Placas (44) Polícia (2078) Política (1125) Porto de Moz (25) Religião (541) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (295) Souzel (35) Tecnologia (227) Televisão (358) Transamazônica (349) Tucuruí (45) Uruará (299) Vitória do Xingu (126)