Brasil se prepara para o 5G; saiba do que as novas redes serão capazes

terça-feira, fevereiro 28, 2017
(Foto: Reprodução)
O Brasil já começa a discutir o 5G, embora ainda esteja beeeem longe de estar completamente coberto pelo 4G. Mas você sabe do que a internet móvel de 5ª geração será capaz? As especificações da tecnologia já estão sendo padronizadas pela União Internacional de Telecomunicações (ITU, na sigla em inglês).

O documento define quais serão as capacidades técnicas dos equipamentos envolvidos na distribuição do sinal 5G, embora ainda sejam passíveis de mudanças. A intenção é aprovar e finalizar os planos até novembro, para que então seja possível começar a criar a tecnologia de fato.

Velocidades máximas do 5G

As especificações do 5G determinam que cada célula seja capaz de sustentar 20 Gbps de tráfego de download e 10 Gbps de upload. Que fique claro, porém: isso não quer dizer que esta é a velocidade que cada usuário terá, mas será a velocidade máxima que todas as pessoas na área precisarão dividir. Para comparação, o 4G LTE tem picos de apenas 1 Gbps.

Densidade de conexão

Se a quantidade de pessoas é importante para definir a velocidade de conexão que cada usuário pode alcançar, também é necessário estabelecer quantos aparelhos serão suportados. As especificações determinam que o 5G deve suportar 1 milhão de dispositivos conectados por quilômetro quadrado. Parece muito, mas o fato é que não estamos falando de pessoas, e sim da Internet das Coisas. O 5G foi pensado para um mundo em que as lixeiras de rua, os carros, os postes de iluminação, os semáforos e tantos objetos serão conectados. Assim, começa a ser necessário pensar em ter mais aparelhos conectados em uma área pequena.

Velocidades reais

Ok, a velocidade máxima alcançada por uma célula do 5G chega a 20 Gbps, mas e para o usuário? As especificações citam velocidades reais de uso de 100 Mbps para download e 50 Mbps para upload. São números similares ao que o mundo já vê com o LTE-A, mas a diferença é que com o 5G essas velocidades devem ser constantes em vez de ocasionais em situações extremamente favoráveis.

Mobilidade

Sua internet móvel já começou a engasgar quando você estava no carro ou em um trem em movimento? As redes do 5G foram feitas para suportar um usuário parado ou se locomovendo a até 500 km/h.

Latência

As redes 5G prometem latência mínima. Em circunstâncias ideais, o atraso deve chegar no máximo a 4 milissegundos, contra 20 ms das células LTE. O documento também cita latências de apenas 1 ms em comunicações ultraconfiáveis de baixa latência (URLLC).


Olhar Digital Via Ars Technica

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (677) Altamira (986) Anapu (48) Belo Monte (222) Belo Sun (13) Brasil (1734) Brasil Novo (639) Celebridades (85) Ciência (182) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (826) Desaparecidos (10) Eleições (198) Esporte (73) Governo Federal (331) Ibama (57) Imprensa (112) Internet (367) Itaituba (171) Justiça (654) Marabá (39) Medicilândia (165) Mundo (801) Música (127) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (40) Pará (823) Placas (44) Polícia (2076) Política (1122) Porto de Moz (25) Religião (541) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (295) Souzel (35) Tecnologia (227) Televisão (357) Transamazônica (349) Tucuruí (45) Uruará (299) Vitória do Xingu (126)