Slideshow

Breaking News

Familiares de PMs fazem ato na Almirante Barroso em Belém

(Foto: Arthur Medeiros/Diário do Pará)
Familiares de Policiais Militares realizaram um ato na manhã desta sexta-feira (10). Cerca de 170 pessoas participam da manifestação que teve concentração em frente ao Bosque Rodrigues Alves. Em seguida, elas seguiram para o Palácio do Governo, antigo Comando Geral da PM, na avenida Almirante Barroso, próximo a avenida Doutor Freitas.
(Foto: Arthur Medeiros/Diário do Pará)

Os familiares, em especial as esposas, reivindicam reajuste salarial, auxílios, melhores condições de trabalho, segurança, entre outras reivindicações.

O trânsito na avenida Almirante Barroso está interditado em frente ao Palácio do Governo. Apenas a faixa do BRT está liberada, onde alguns ônibus a utilizam para desviar a rota. Os carros particulares estão sendo desviados pela avenida Júlio César. O trânsito está complicado no local.
(Foto: Maycon Nunes/DOL)
O Governo do Estado informou, através de nota, mantém diálogo aberto e permanente para intensificar a política de valorização do servidor público e foram vários benefícios consagrados.

Um deles é o auxílio-fardamento, no qual, 63% dos 15.200 policiais militares do Pará receberão, nos contracheques deste mês, dois soldos em vez de um. O benefício será pago a 9.587 soldados e cabos da PM. O valor do auxílio, pago duas vezes por ano, é equivalente a um mês de soldo do militar e até o segundo semestre também vai beneficiar sargentos e subtenentes.

O Governo do Pará destacou ainda que a remuneração dos praças, incluindo o auxílio alimentação, hoje este valor está em R$ 3.090,00.

A nota afirma ainda que os militares tiveram ganhos em outras gratificações, como a de Risco de vida, que em 2011 correspondia a 50%, hoje calculada com base em 100% do soldo para os praças. Já o auxílio alimentação hoje está em R$ 650.

Fonte: DOL

Nenhum comentário