Slideshow

Breaking News

Ministro Helder vistoria praias atingidas por erosões em Mosqueiro


Diante do cenário preocupante de erosão nas praias de Mosqueiro, a Prefeitura de Belém solicitou ajuda ao Ministério da Integração Nacional para recuperar a ilha. Na última sexta-feira (17), uma comissão liderada pelo ministro Helder Barbalho e pelo prefeito Zenaldo Coutinho visitou o local para verificar as necessidades dos espaços atingidos. A vistoria foi acompanhada por vários políticos e autoridades, entre eles, o senador Jader Barbalho, os deputados Lúcio Vale, Elcione, Eder Mauro, Eraldo Pimenta, Iran Lima, e vereadores Igor Normando, Mauro Freitas, Amaury Souza, entre outros. A previsão é de que o Governo Federal invista cerca de R$ 25 milhões na reestruturação da orla de pelo menos 9 praias.


O ministro avaliou a vistoria como um grande passo de uma parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura de Belém, em prol do desenvolvimento urbano da capital. “Essa união haverá de juntar benefícios à cidade e conquistas à população”, destacou Helder. “Mosqueiro é um ponto turístico importantíssimo no Pará, e merece toda a nossa atenção e forças”.

Zenaldo disse que a administração municipal já vem estudando possibilidades para amenizar os problemas das áreas atingidas pela força da maré. “Com a parceria com o Governo Federal, vamos viabilizar os trabalhos e executar um projeto que beneficiará a população da cidade e, principalmente, de Mosqueiro”, disse. No dia 31 de janeiro, a Prefeitura enviou o ofício ao Ministério, em Brasília, pedindo reforço nas obras e expondo a gravidade da situação.


União

Para o senador Jader Barbalho, que fez questão de acompanhar a visita, a bela orla de Mosqueiro está passando por um momento extremamente grave. A erosão, que avança em ritmo acelerado, está destruindo ruas, casas, mananciais, e gerando grandes prejuízos à população. “Por isso, eu, o ministro Helder e o prefeito Zenaldo estivemos juntos, fazendo uma visita técnica às principais áreas atingidas. Estamos aqui para trabalhar!”, afirmou o senador. “Eu vou torcer e colaborar para que a toda a classe política paraense lute de forma unida, independentemente de partido, para salvar esse lugar, que é considerado nossa joia e pertence a todos nós”, acrescentou Jader.

A deputada Elcione Barbalho, que também fez parte da comitiva, ofereceu todo o seu apoio ao projeto. “O povo quer que a classe política trabalhe em prol da comunidade. E nós não vamos deixar Mosqueiro se acabar assim”, destacou a parlamentar.

Projeto está sendo elaborado pela UFPA


A obra deve ser conduzida pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb). Conforme Adinaldo Oliveira, secretário de Urbanismo, com a força da maré outros problemas vêm surgindo. “Estes são investimentos altos, e a Prefeitura acaba não tendo recursos próprios para resolver as demandas. Por isso, pedimos apoio ao Governo Federal”, explicou o secretário.

Oliveira também destacou que o pré-projeto vem sendo elaborado por especialistas da Universidade Federal do Pará (UFPA), e prevê a criação de barragens, feitas de muros de arrimos, e contenção à beira-mar. As praias visitadas foram a Baía do Sol, Paraíso, Marahú, e Praia Grande.

As orlas do Ariramba, Murubira, Porto Arthur, Chapéu Virado e Bispo e serão revitalizadas de acordo com a necessidade emergencial de cada uma.

ASSISTA:

(Diário do Pará)