Slideshow

Breaking News

Operação da PF investiga Belo Monte


A Operação Leviatã, deflagrada na manhã desta quinta-feira (16) pela Polícia Federal, investiga o pagamento de 1% dos valores das obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte ao partido dos trabalhadores e ao partido do movimento democrático brasileiro, feito pelo consórcio responsável pela obra. A investigação tem como base, provas coletadas na operação lava jato. O inquérito corre no Supremo Tribunal Federal (STF).

Seis mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, estão sendo cumpridos nas casas e escritórios dos investigados em Brasília, no Rio de Janeiro e em Belém. A Leviatã faz referência ao livro do filósofo político Thomas Hobbes, que fala sobre a natureza animal humana, afirmando que o “homem é o lobo do homem”.

Entre os alvos estão o ex-senador pelo Pará Luiz Otávio e o filho do senador Edison Lobão, Márcio Lobão. Os envolvidos poderão responder por lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa. A investigação do esquema corre em segredo de justiça.

A operação original, chamada Eletrolão, já estava sendo apurada pelo ex-ministro do STF, Teori Zavanski, morto em janeiro.

Por Juliana Carvalho