Acusado de tentar matar diretor do presídio de Altamira é morto pela polícia em Medicilândia

sábado, março 04, 2017

A Polícia Civil do Estado do Pará, por meio da Divisão de Homicídios, Núcleo de Inteligência Policial e Superintendência Regional do Xingu, que investiga o caso da tentativa de homicídio contra a vida do diretor do presídio e mais dois agentes da Susipe, foi informada de que o acusado pelo atentado, estaria na cidade de Medicilândia. Durante a abordagem, que aconteceu na manhã deste sábado 04, os policiais foram confrontados com os nacionais Ricardo Almeida Braga e Bruno dos Santos Silva, os quais não resistiram à reação policial e vieram à óbito.


Ricardo Almeida Braga, conhecido também pelos apelidos de RICARDINHO ou BRAGA, era um dos matadores da facção criminosa ligada ao tráfico de drogas na região de Altamira, sendo o autor dos disparos contra os agentes prisionais da Susipe e apontado ainda como autor de duas tentativas de homicídio na noite do dia 28 de fevereiro, em que também atirou contra policiais civis que tentaram abordá-lo, quando o mesmo transitava numa caminhonete Triton prata na cidade de Altamira.
Ricardo Almeida Braga, um dos matadores da facção criminosa na região de Altamira 
A Polícia Civil, também prenderam o nacional Kleidson Charles Conceição da Silva (foragido da Colonia Helenio Fragoso). Na diligência policial, foram apreendidas duas armas com os criminosos, inclusive a pistola calibre .40 utilizada contra os agentes prisionais.

A Polícia continua as investigações para identificar e prender todos os integrantes do grupo criminoso que atentou contra as vidas dos agentes prisionais.

Por Gleyson Araujo com informações da Polícia Civil

Destaque

Veja Também