GADO DE CORTE É FURTADO EM PROPRIEDADES RURAIS DA REGIÃO

sexta-feira, março 31, 2017


Os órgãos de fiscalização estão de olho. Após o furto de cabeças de gado em várias fazendas da região nesta quinta-feira (29), a Coordenação de Agricultura, junto com técnicos em agropecuária do município e com apoio de outros órgãos, realizou inspeções em campo. O objetivo é coibir a prática e tomar medidas legais sobre o problema.

“Esse acompanhamento e pra alertar a população nas cidades que podem estar consumindo carne sem origem. O gado está sendo abatido, pessoas estão invadindo as propriedades rurais e matando o gado, o que acontece e que eles estão invadindo as fazendas aleatoriamente e matando estes animais a fim de abastecer os açougues da cidade com carne sem procedência” - disse Pedro Barbosa Coord. Agricultura em entrevista.

O trabalho de inspeção também seguirá em açougues. A ocorrência foi levada à delegacia. “É importante saber que em algumas propriedades, as vacas foram harmonizadas para que pudessem receber a inseminação artificial, e esses animais foram levados, e ninguém sabe a reação que pode causar no organismo humano caso consuma a carne deste animal.

A Secretaria de Agricultara está tomando providências além de órgãos competentes que estão acompanhando os açougues que recebem essa carne clandestinamente”. Pedro Barbosa ainda alerta “Nenhum consumidor deve levar pra casa a carne de açougues que não possuam no estabelecimento o laudo do frigorifico onde tem toda a autorização da vigilância sanitária” Alertou Pedro Barbosa Coord. Agricultura.

Além das condições impróprias de armazenamento, a preocupação se estende à saúde do consumidor.

“Como não e feita nenhum serviço de inspeção na hora do abate, essa carne pode causar doença ao consumidor” - Explicou Elton Gama Tec. Agrop Municipal.


Por Natalia Silva
Clique no botão abaixo e Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Destaque

Veja Também