Musicoterapia ameniza espera e auxilia no tratamento de pacientes do Hospital Regional de Altamira

segunda-feira, março 20, 2017

A espera pelo atendimento em unidades de saúde, às vezes, pode ser entediante para os usuários. Mas não para o vigilante Luís Otávio Santos, de 40 anos, que recentemente esteve no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, para consulta. Quando menos esperava, ele foi surpreendido pelo som da Banda do Exército, que entrou no Ambulatório tocando a música Aquarela do Brasil.

“Está é a primeira vez que venho aqui. Fiquei surpreso com tanta gentileza oferecida. Sem dúvida, a música é um diferencial no atendimento. Eu, particularmente, achei muito interessante unir a música e o atendimento ao paciente”, comentou Luís Otávio.

Pacientes internados no hospital também puderam conferir a apresentação, que faz parte do projeto de musicoterapia desenvolvido pela unidade, em parceria com o 51º Batalhão de Infantaria de Selva. A iniciativa é realizada uma vez por semana, tornando o ambiente mais agradável e ajudando a elevar a autoestima dos usuários durante o atendimento ambulatorial e internação hospitalar, inclusive em procedimentos.

A dona de casa Mariana da Conceição Menezes, de 28 anos, nunca havia presenciado alguém tocar um saxofone. ''O som do instrumento é perfeito, traz sentimento de tranquilidade. Sou adepta de boa música e amei ver a iniciativa dentro do hospital. É ótimo, muito bom mesmo para os pacientes e acompanhantes”, disse, feliz, a usuária que acompanha o esposo internado na unidade.

Segundo o diretor-geral do HRPT, Edson Primo, a iniciativa proporciona mudanças físicas e emocionais nos pacientes. “Esse projeto, que valoriza a saúde, facilita a relação com o usuário, pois a música promove a sensação de bem-estar, atuando no paciente como um agente eficiente e protetor. Por isso, o Hospital Regional endossou a proposta, que visa proporcionar um tratamento mais efetivo e com melhor aceitação”, explicou o diretor.

Iniciativa

O projeto ''Musicoterapia'' é realizado às quintas-feiras, a partir das 9h. O repertório conta com canções clássicas e sucessos da Música Popular Brasileira. As apresentações duram cerca de uma hora e meia e contemplam todas as unidades de atendimento do HRPT. É possível, inclusive, a interação entre a banda e os usuários, a exemplo do professor Paulo Fernandes Pessoa, de 34 anos, que escolheu a música de encerramento de uma das apresentações: Brasileirinho, do compositor Waldir Azevedo.

“As pessoas, de um modo geral, precisam de atenção e valorização. A oportunidade de participar de um projeto desse, em um ambiente hospitalar, é maravilhoso”, comentou o professor, enquanto aguardava consulta ambulatorial.

Unidade

O Hospital Regional de Altamira pertence ao Governo do Estado e, desde a sua inauguração, em 2006, é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Em 2016, a unidade conquistou a mais alta certificação nacional de qualidade, a ONA 3 - Acreditado com excelência.

Por Thaís Portela
Clique no botão abaixo e Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Destaque

Veja Também

Acidentes (630) Altamira (921) Anapu (46) Belo Monte (220) Belo Sun (13) Brasil (1611) Brasil Novo (624) Celebridades (74) Ciência (172) Cinema (66) Clima e Tempo (35) Curiosidades (705) Desaparecidos (10) Eleições (164) Esporte (69) Governo Federal (299) Ibama (56) Imprensa (105) Internet (330) Itaituba (159) Justiça (594) Marabá (36) Medicilândia (155) Mundo (748) Música (121) Norte Energia (185) Novo Repartimento (21) Pacajá (37) Pará (743) Placas (42) Polícia (1952) Política (990) Porto de Moz (20) Religião (520) Rurópolis (64) Santarém (197) SBT (289) Souzel (33) Tecnologia (212) Televisão (340) Transamazônica (338) Tucuruí (37) Uruará (283) Vitória do Xingu (119)