Norte Energia equipa Funai Regional para proteger terras indígenas do Médio Xingu

quarta-feira, março 22, 2017

A Norte Energia entregou veículos e equipamentos para oito Unidades de Proteção Territorial (UPT’s) para Fundação Nacional do Índio (Funai). Conceituem-se de caminhonetes, motocicletas, embarcações a motor do tipo voadeira, equipamentos de sistema de posicionamento global (GPS), informática, comunicação e fotografia, mobílias e utensílios para que os servidores do órgão realizem os trabalhos de proteção territorial – vigilância, monitoramento e fiscalização das terras e áreas indígenas atendidas pelo Projeto Básico Ambiental – Componente Indígena (PBA-CI) do empreendimento.

No dia 17 de março, os membros de uma comissão da Funai, responsáveis pelo recebimento dos bens móveis e imóveis, que acompanham as ações do Plano de Proteção Territorial do Médio Xingu, estiveram no Porto 6, na Orla de Altamira/PA, para receber os equipamentos. Ao longo do mês, estão sendo entregues e encaminhados os equipamentos, materiais, veículos e embarcações para as Unidades de Proteção Territorial (UPTs) denominadas Transamazônica, Arara da Volta Grande, Koatinemo, Trincheira Bacajá, São Francisco e São Sebastião.


A Norte Energia também está disponibilizando recursos para a contratação de 56 colaboradores para a execução das ações de proteção territorial nos territórios indígenas sob a gestão operacional da Funai. A Norte Energia prevê ainda a contratação de mais 16 colaboradores, devidamente capacitados, para atuarem, em mais três unidades de proteção territorial, que serão construídas, equipadas e entregues no segundo semestre deste ano.

Em fevereiro de 2016, a empresa instalou na sede da Funai em Brasília e na Funai Regional, em Altamira, os Centros de Monitoramento Remoto (CMR’s), que monitoram 98% das terras indígenas do Brasil, sendo apoio importante para detectar e combater crimes ambientais e intrusões nas Terras Indígenas. O sistema integra as ações do Plano de Proteção Territorial às Terras Indígenas do Médio Xingu, abrangendo uma região muito mais extensa do que a da área de influência da Usina Hidrelétrica Belo Monte.


A disponibilização de equipes e a entrega de veículos e equipamentos de monitoramento fazem parte do Termo de Cooperação firmado entre a Norte Energia e a Funai, em atendimento às condicionantes propostas pela Funai para a emissão da Licença de Operação de Belo Monte.

Na implantação do PBA- CI, específico para o Componente Indígena já destinou cerca de R$ 390 milhões de investimentos em ações, serviços e obras aos povos e terras indígenas do médio Xingu.

Por Anderson Luis Araujo da Silva
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (685) Altamira (1002) Anapu (48) Belo Monte (224) Belo Sun (14) Brasil (1765) Brasil Novo (643) Celebridades (89) Ciência (187) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (864) Desaparecidos (11) Eleições (217) Esporte (74) Governo Federal (337) Ibama (57) Imprensa (113) Internet (383) Itaituba (171) Justiça (666) Marabá (42) Medicilândia (172) Mundo (817) Música (129) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (41) Pará (842) Placas (44) Polícia (2107) Política (1159) Porto de Moz (25) Religião (549) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (299) Souzel (37) Tecnologia (229) Televisão (364) Transamazônica (353) Tucuruí (46) Uruará (302) Vitória do Xingu (130)