O homem é assassinado com cinco tiros na frente do filho de 9 anos em Uruará

sábado, março 11, 2017

Na tarde deste sábado, 11, um homem foi assassinado a tiros no km 175 sul, zona rural de Uruará, sudoeste do Pará. De acordo com informações da polícia, o homicídio ocorreu por volta das 16:00 horas a 02 km da BR 230.

A vítima, identificada pelo nome de Josimar Pereira dos Santos, de 36 anos, vulgo Piseiro, estava com seu filho de apenas 9 anos de idade, quando foi abordada por dois indivíduos em uma motocicleta Honda Bros. Os indivíduos efetuaram cinco disparos contra a vítima, que ainda pediu ao filho que corresse para não ser atingido. Josimar morreu no local.

Os disparos de arma de fogo atingiram o peito, a mão direita, o maxilar e a cabeça de Josimar. A vítima realizava compra e venda de motos e joias usadas. Ele residia na Rua das Mangueiras, Bairro Aeroporto, na zona leste da cidade.


Após cometerem o crime, os assassinos levaram o anel de ouro usado pela vítima e a carteira.

O corpo foi removido pelo SAMU e levado para o necrotério do Hospital Municipal de Uruará, onde passou por exames cadavéricos para posteriormente ser entregue aos familiares.

“Trabalhamos com a hipótese de homicídio motivado por "acerto de contas". Foi instaurado um inquérito policial para apurar o caso”, informou o Delegado Walison Damasceno que responde pela Delegacia de Polícia de Uruará.

Josimar Pereira dos Santos era casado e deixa um filho de 09 anos e mais três filhas, uma de 02 anos, outra de 04 anos e a outra filha de 14 anos.

“Como alguém tem coragem de fazer isto com um pai de família? Como eu vou fazer agora para cuidar dos meus filhos sem ele?” dizia a esposa visivelmente destruída emocionalmente pelo modo covarde como o qual seu marido, com quem era casada há mais de 20 anos, foi assassinado.

“Ele era um pai adorado pelos filhos e cuidava muito bem deles. Ele trabalhava durante o dia e todas as noites estava em casa com a gente”, relatou a esposa da vítima para a nossa reportagem no momento em que estava na Delegacia de Polícia registrando o Boletim de Ocorrência.

A autoria do crime ainda é desconhecida.

Por Gleyson Araujo com informações Joabe Reis

Destaque

Veja Também