Quem bancou a farra de Lula no Nordeste?

terça-feira, março 21, 2017
Se o que houve no domingo, no Nordeste brasileiro, não foi lançamento oficial de candidatura, ato, portanto, ilegal, imaginemos o que esse senhor não fará quando resolver se lançar formalmente?


Antes de tudo, ouvinte, pergunto: quem pagou pelo comício de Lula em Monteiro, na Paraíba? Sim. Porque a conta ali foi cara. A estrutura erguida era profissional. A segurança, pesada. Houve ainda o jatinho com o qual o ex-presidente viajou. E havia Dilma Rousseff, de deslocamento certamente não barato. Quem bancou a farra? O governo paraibano? Algum empresário amigo? Ou terá sido o PT?

Neste caso, impõe-se a outra pergunta: onde está o Tribunal Superior Eleitoral que ainda não se manifestou contra o que foi um escancarado evento eleitoral? Onde está o TSE? - repito. Ou será que a antecipação da campanha de 2018, à margem dos prazos rígidos estabelecidos pela Justiça Eleitoral, é permitida somente a Lula?

Se o que houve no domingo, no Nordeste brasileiro, não foi lançamento oficial de candidatura, ato, portanto, ilegal, imaginemos o que esse senhor não fará quando resolver se lançar formalmente? Lula não tem limites. É bom que seja logo lembrado da existência das instituições.

Destaque

Veja Também