Após ‘mãe de todas as bombas’ dos EUA, Russia diz que tem ‘o pai’

sexta-feira, abril 14, 2017
Comparação entre os armamentos não-nucleares mais potentes acontece um dia após operação militar americana contra o Estado Islâmico no Afeganistão
A bomba GBU-43B Massive Ordnance Air blast (MOAB) conhecida como a Mãe de Todas as Bombas (//Reuters)
Meios de comunicação russos disseram nesta sexta-feira que, se os Estados Unidos têm a “mãe de todas as bombas“, a Rússia tem “o pai de todas as bombas“, que é superior. Os apelidos fazem referência aos armamentos não-nucleares mais potentes desenvolvidos pelos dois países. A comparação foi publicada em matérias das agências de notícias RT e Sputnik um dia após os americanos usarem seu explosivo.

Os Estados Unidos divulgaram na quinta-feira que detonaram às 19h do horário local (11h30 em Brasília) um explosivo cujo nome é GBU-43/B MOAB (Massive Ordnance Air Blast bomb), no Afeganistão. A operação tinha como alvo uma base do Estado Islâmico e foi a primeira vez que este tipo de armamento foi usado em combate.

A bomba americana pesa 9,5 toneladas e tem poder de penetração suficiente para destruir instalações militares subterrâneas. O armamento foi desenvolvido durante a Guerra do Iraque e testado com sucesso em 2003. O ministério da Defesa afegão divulgou que a explosão de ontem destruiu a base e matou pelo menos 36 membros do EI.

As publicações russas, no entanto, lembram que seu explosivo não-nuclear, o Aviation Thermobaric Bomb of Increased Power (ATBIP), é mais potente. Enquanto a MOAB tem um poder de detonação equivalente a 11 toneladas de TNT, o da ATBIP é de 44 toneladas, afirma o RT.

Dessa forma, o raio de ação também seria maior: 300 metros da bomba russa contra 140 metros da americana, relata o Sputnik. O armamento foi desenvolvido nos anos 2000 e testado com sucesso em 2007.

O senador russo Franz Klintsevich disse à agência de notícias russa Ria Novosti que avalia o uso da MOAB pelos Estados Unidos como uma demonstração de força. Mas que “os americanos deveriam parar” porque esse tipo de atitude poderia levar a “consequências imprevisíveis”.

Clique no botão abaixo e Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Destaque

Veja Também

Acidentes (630) Altamira (921) Anapu (46) Belo Monte (220) Belo Sun (13) Brasil (1611) Brasil Novo (624) Celebridades (74) Ciência (172) Cinema (66) Clima e Tempo (35) Curiosidades (705) Desaparecidos (10) Eleições (164) Esporte (69) Governo Federal (299) Ibama (56) Imprensa (105) Internet (330) Itaituba (159) Justiça (594) Marabá (36) Medicilândia (155) Mundo (748) Música (121) Norte Energia (185) Novo Repartimento (21) Pacajá (37) Pará (743) Placas (42) Polícia (1952) Política (990) Porto de Moz (20) Religião (520) Rurópolis (64) Santarém (197) SBT (289) Souzel (33) Tecnologia (212) Televisão (340) Transamazônica (338) Tucuruí (37) Uruará (283) Vitória do Xingu (119)