EUA estão pressionando nosso país para uma guerra nuclear, diz Coreia do Norte

segunda-feira, abril 17, 2017
O embaixador da Coreia do Norte na Organização das Nações Unidas (ONU), Kim In Ryong, acusou os Estados Unidos de tornar a península coreana "no maior local de tensão do mundo" e criar "uma situação perigosa em que uma guerra nuclear pode estourar a qualquer momento".
Coreia do Norte exibiu mísseis em desfile realizado no último final de semana
Em coletiva de imprensa, Kim afirmou que "se os EUA ousarem optar por uma ação militar", a Coreia do Norte "está pronta para reagir a qualquer tipo de guerra desejada pelos EUA".

Ele destacou que os exercícios militares da Coreia do Sul e dos EUA que ocorrem no momento são a "maior em mais agressiva ferramenta de guerra" destinada ao seu país.

O embaixador alertou que se os EUA e seus aliados "continuarem com o esquema para acabar com o sistema socialista na Coreia do Norte o governo continuará fazendo testes com mísseis semanais para proteger o país".

Kim pediu durante a coletiva de imprensa que a decisão dos EUA de realizar uma reunião aberta no Conselho de Segurança da ONU no dia 28 de abril sobre o programa nuclear da Coreia do Norte seja "categoricamente rejeitada".

Por Estadão Conteúdo | Agência EFE
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (686) Altamira (1002) Anapu (48) Belo Monte (224) Belo Sun (14) Brasil (1766) Brasil Novo (643) Celebridades (89) Ciência (187) Cinema (70) Clima e Tempo (42) Curiosidades (865) Desaparecidos (11) Eleições (218) Esporte (74) Governo Federal (337) Ibama (57) Imprensa (113) Internet (384) Itaituba (171) Justiça (666) Marabá (42) Medicilândia (174) Mundo (817) Música (129) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (41) Pará (842) Placas (44) Polícia (2108) Política (1160) Porto de Moz (25) Religião (549) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (299) Souzel (37) Tecnologia (229) Televisão (364) Transamazônica (354) Tucuruí (47) Uruará (302) Vitória do Xingu (130)