Hospital Regional de Altamira usa plataforma online para capacitar enfermeiros

segunda-feira, abril 10, 2017
Na busca pela melhoria dos processos de gestão, o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira (PA), passou a usar o recurso de videoconferência para capacitar seus enfermeiros. Um grupo de sete colaboradores do HRPT participou esta semana de um treinamento online com a consultora corporativa de Enfermagem, Sandra Miziara. A medida otimiza a capacitação e reduz custos.

Pertencente a equipe da Sede Administrativa da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, que gerencia a unidade sobre contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a consultora orientou os profissionais em Altamira sobre a Sistematização da Assistência da Enfermagem (SAE). O uso da SAE indica uma melhor assistência ao usuário, de acordo com a diretora de Enfermagem da unidade, Luciane Madruga. 'Quando o enfermeiro conhece todas as etapas da SAE e reconhece todos os processos de enfermagem, contribui para que o usuário seja atendido na sua essência. A videoconferência nos permitiu ter uma visão mais crítica da nossa assistência. Por outro lado, enxergamos a consistência dos nossos processos e, assim, saberemos o quanto podemos melhorar”, afirma.


O processo de aprimoramento reuniu a diretoria de Enfermagem, o Núcleo de Educação Permanente (NEP), Auditoria de Prontuário e coordenações de Enfermagem, que verificaram juntos o modelo da SAE que é trabalhado atualmente na unidade. Além disso, foram levantadas as estratégias que o hospital precisa executar para melhorar o sistema.

Durante a capacitação, temas como orientações e evoluções de Enfermagem e a importância do conhecimento do enfermeiro nas áreas de fisiologia e anatomia foram abordados. Com estas informações, os enfermeiros têm melhor condição de preencher corretamente o prontuário dos pacientes.“Nós trabalhamos na evolução e anotação de Enfermagem, além da construção dos modelos para formulários, que passarão por revisão”, adianta a diretora.

No dia a dia, a utilização da SAE direciona os enfermeiros assistenciais para a realização de exames de melhor qualidade, rápidos e diretos. Na avaliação da enfermeira Bruna Jacomel, a capacitação fortaleceu o que a unidade já realiza em sistematização e processo de Enfermagem. 'Um exame bem feito oferece condições para que o enfermeiro tenha direcionamento do que deve ser tratado no paciente', disse a colaboradora.

Todos os enfermeiros da área assistencial e da equipe multiprofissional terão treinamento com a consultora da Pró-Saúde. As aulas acontecerão durante uma semana em três turnos. Para a diretora de Enfermagem, a capacitação online traz vantagens ao HRTP. 'Utilizar o treinamento por videoconferência dá qualidade ao currículo dos nossos enfermeiros e ao mesmo tempo reduz custos. Teremos atualização e informação. Com a internet, o custo de um treinamento deste porte pode ser revertido para a melhor assistência na região da Transamazônica e Xingu', finalizou.

Thais Maria F. Portela
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (685) Altamira (1002) Anapu (48) Belo Monte (224) Belo Sun (14) Brasil (1765) Brasil Novo (643) Celebridades (89) Ciência (187) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (864) Desaparecidos (11) Eleições (217) Esporte (74) Governo Federal (337) Ibama (57) Imprensa (113) Internet (383) Itaituba (171) Justiça (666) Marabá (42) Medicilândia (172) Mundo (817) Música (129) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (41) Pará (842) Placas (44) Polícia (2107) Política (1159) Porto de Moz (25) Religião (549) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (299) Souzel (37) Tecnologia (229) Televisão (364) Transamazônica (353) Tucuruí (46) Uruará (302) Vitória do Xingu (130)