Slideshow

Breaking News

Alemã de 16 anos que se juntou ao ISIS é arrastada para enfrentar execução na ‘cova’

A menina fugiu de casa para se juntar ao grupo terrorista e estava desaparecida desde então. O vídeo divulgado essa semana revelou seu paradeiro.


Essa semana começou a circular nas redes sociais um vídeo chocante em que uma adolescente alemã é torturada por membros do grupo terrorista ISIS. A menina identificada como Linda Wenzel teria fugido de casa para ir atrás de um suposto namorado que faz parte do grupo de terroristas.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

Para conseguir se encontrar com os homens ela usou a identidade da mãe e voou para Istambul, onde foi contrabandeada para o Iraque, e logo em seguida foi parar em Mosul, local onde cerca de 25 mil voluntários do ISIS morreram para tentar retomar a cidade. A adolescente nasceu em Pulsnitz, no leste da Alemanha, e ano passado quando ainda tinha 15 anos, foi recrutada pelo grupo terrorista.

As conversas aconteciam pela internet onde teoricamente ela foi preparada para a guerra e convertida ao Islã. Bonita a menina acabou atraindo a atenção de diversos homens da região. Nas imagens divulgadas recentemente ela aparece suja, estupefata e ferida enquanto é capturada pelo grupo de fanáticos em Mosul.

As cenas são dramáticas e mostram a menina gritando enquanto os homens a arrastam para que ela seja torturada. Como não é mostrado o final do vídeo é impossível saber se a mesma foi executada ou não. A tentativa do estado alemão agora é que Linda consiga voltar para casa com vida.

Ela estava escondida dos terroristas e foi encontrada junto com pelo menos mais quatro mulheres que também foram punidas. Elas estavam perto de escombros de um edifício e planejavam sair do local e conseguirem voltar para casa. As imagens são estarrecedoras e mostra a menina gritando de dor enquanto é arrastada pelo grupo de homens.

Ela aparece ferida, desnutrida e parece não receber nenhum tipo de cuidado médico há muito tempo. As filmagens foram feitas por um soldado iraquiano do Estado Islâmico. O vídeo foi divulgado na internet e transmitido pela primeira mão pelo jornal alemão Bild, que revelou pela primeira vez o paradeiro da menina.

A família já procurava por ela há muito tempo, e foi um choque vê-la nessas condições. Ela que ficou conhecida como ‘A bela de Mosul’ não resiste e grita para a câmera diante da humilhação e tortura que vinha sofrendo. Os homens são vistos dizendo para que os outros se afastem, que o nome dela a partir de agora era Dania, que ela era fraca e loira.

As autoridades alemãs agora pretendem tentar que ela volte para casa. É o que os pais da jovem apelam para que seja feito, pois estão chocados com o sofrimento pelo qual a filha está passando. Ainda que volte a adolescente enfrentará também momentos difíceis uma vez que vem sendo acusada por apoiar grupos terroristas, e possivelmente ter participado de atos contra comunidades locais.

Duas mulheres da cidade ocidental de Mannheim já foram presas e estão sendo investigadas por serem as responsáveis por recrutarem jovens para participarem do grupo terrorista. Assista ao vídeo do momento em que a menina é levada:



Com informações do site Vi Por Aqui