Slideshow

Breaking News

Corpo de homem não identificado é encontrado em matagal da periferia na zona sul de Uruará

No início da noite desta terça-feira, 22, populares encontraram o corpo de um homem já em estado de decomposição, na zona sul da cidade de Uruará (PA), região periférica nos limites urbano da cidade.

A equipe de Plantão da Polícia Civil, após ser acionada, esteve no local fazendo averiguações e realizando os primeiros movimentos investigativos.

O local onde o corpo foi encontrado fica as margens de um ramal que dá acesso a várias chácaras. Próximo ao Bairro Mini Indústria.


O corpo foi encontrado no meio do mato, em local onde o fogo consumiu a vegetação recentemente, e aparenta ter marcas de perfurações que podem ser de arma branca ou arma de fogo, mas só a perícia técnica é que irá apontar as causas da morte. Segundo informou a Polícia Civil, o corpo foi removido na manhã desta quarta-feira, 23, por peritos do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” para o IML em Altamira onde vai passar por perícia, o resultado da perícia de sair em 30 dias.

Ainda não se sabe a identidade do homem, moreno que aparenta ter entre 25 e 35 anos. O mesmo usava um anel grosso na cor prata (possivelmente de aço) num dos dedos (dedo anelar) da mão esquerda, o anel pode ajudar a identificar o corpo.


"Moradores local localizaram o corpo e acionaram a polícia. tendo em vista a difícil identificação do corpo pelo seu estado avançado de decomposição nós acionamos o IML para o mesmo fosse encaminhado para a perícia, até mesmo pra saber a causa da morte, se foi um homicídio ou não. Vamos aguardar o laudo pericial, que deve sair em 30 dias, para termos certeza do que aconteceu e assim iniciarmos uma investigação. Caso seja confirmado um homicídio vamos tentar identificar o autor e a motivação do crime. Não descartamos nenhuma hipótese", asseverou o delegado Walison Damasceno.

Intriga o fato de que não há relatos de desaparecimento de pessoa do sexo masculino no município e o corpo já aparenta estar no local há mais de 2 dias, tendo partes já consumida por urubus.

A Polícia Civil está investigando o caso.


Por Joabe Reis