ECLIPSE DO DIA 21 SERÁ FORTE A PONTO DE MEXER COM A TERRA E ATÉ COM SEU PESO

domingo, agosto 20, 2017
ADVENTTR/ISTOCK
No próximo dia 21 de agosto irá ocorrer aquilo que a Nasa chama de eclipse solar total. Solar porque o Sol será escondido pela Lua por quase três minutos e total porque o Sol é totalmente coberto pela Lua.

Este é o primeiro neste século a cruzar totalmente os Estados Unidos, da costa leste à costa oeste, e poderá ser visto por toda extensão do país. No Brasil, o veremos de forma apenas parcial no Norte e Nordeste do país.


A Nasa ainda informa os efeitos do eclipse - bem mais curiosos do que a escuridão parcial do céu.

Efeitos do eclipse solar total

Força gravitacional tão forte que elevará crosta terrestre


Nosso planeta é permanentemente influenciado pelas forças gravitacionais do Sol e da Lua, inclusive é o que determina as marés. Quando ocorre um eclipse solar, o Sol, a Lua e a Terra estão alinhados nesta ordem e, portanto, toda a força gravitacional desses astros puxa o planeta na mesma direção.

Durante o eclipse do dia 21 de agosto, a força gravitacional do Sol e da Lua sobre a Terra será tão forte que a Nasa calculou um fenômeno raro: até a crosta terrestre irá “inchar”. Ao longo de uma área de mais ou menos 1 mil quilômetros, a superfície da Terra irá se elevar 4 centímetros - é imperceptível, mas ainda assim, impressionante.
MURATART/SHUTTERSTOCK
Um eclipse desta magnitude é a dieta mais eficiente que você vai conhecer. Em menos de três minutos, uma pessoa de aproximadamente 80 quilos perde quase 500 gramas - 482 gramas, para ser mais preciso. O efeito é o mesmo que faz a Terra “inchar” 4 centímetros.

O eclipse em si é potencializado porque a fase da Lua é a Lua Nova, a de maior força gravitacional - todo mês, durante esta fase, ficamos um pouquinho mais leve.

Durante os 2 minutos e 40 segundos do eclipse, a influência do Sol e da Lua fazem uma força “anti-gravidade” que se contrapõe à: força produzida pelo centro da Terra. Assim, a “pressão” do nosso corpo sobre o chão diminui e ficamos mais leves.

Onde eclipse poderá ser visto
TOTAL ECLIPSE/NASA
A área de observação do eclipse começa no norte do oceano Atlântico e termina no norte do oceano Pacífico, cruzando toda extensão dos EUA, de leste a oeste. Isso ocorre porque o ponto ótico bloqueado pela Lua passa exatamente por este corredor, no qual o eclipse total do Sol pode ser visto por 2 minutos e 40 segundos - o processo de eclipse todo dura quase 10 minutos.


Haverá penumbra residual em áreas mais amplas das Américas. A área de penumbra, que não vê o eclipse total, mas terá algum grau de bloqueio das luzes solares se estende do Canadá, ao norte, até o Brasil, ao sul.
A. T. SINCLAIR/GSFC/NASA
No Brasil, os seguintes estados poderão ver o eclipse parcial no dia 21 de agosto (quanto mais ao norte, maior a área do eclipse): Amapá, Roraima, Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Distrito Federal, Goiás (metade norte do estado), Mato Grosso (metade norte) e Minas Gerais (metade norte).

Via: Vix

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (677) Altamira (985) Anapu (48) Belo Monte (222) Belo Sun (13) Brasil (1731) Brasil Novo (639) Celebridades (85) Ciência (182) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (822) Desaparecidos (10) Eleições (197) Esporte (73) Governo Federal (331) Ibama (57) Imprensa (112) Internet (366) Itaituba (170) Justiça (654) Marabá (39) Medicilândia (165) Mundo (799) Música (127) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (40) Pará (822) Placas (44) Polícia (2072) Política (1120) Porto de Moz (25) Religião (540) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (295) Souzel (35) Tecnologia (226) Televisão (357) Transamazônica (349) Tucuruí (45) Uruará (299) Vitória do Xingu (126)