Projeto de Jader prevê cobertura de telefonia móvel em todos os distritos do Brasil

sexta-feira, agosto 04, 2017
(Foto: Divulgação)
A proposta apresentada pelo senador Jader Barbalho (PMDB-PA) para garantir a cobertura do sinal de telefonia celular em 100% dos distritos brasileiros que vivem em regiões onde não é possível acessar sinais de celular está sendo analisada pelo Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. O PLS 222/2017 prevê que a comunicação móvel seja levada para todas as localidades que estão fora da previsão contratual da Agência Nacional de Telecomunicação, Anatel, que estabeleceu a universalização da telefonia somente no diâmetro de 30 quilômetros das sedes municipais.

FINANCIAMENTO


“O celular hoje não é mais uma questão de luxo. É uma necessidade social. Não há argumento que justifique manter uma parcela da população brasileira em total isolamento. Trabalharei incansavelmente para reverter essa situação”, afirmou o senador Jader Barbalho.


Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

O texto apresentado pelo senador paraense prevê que o prazo para a plena universalização do acesso à telefonia móvel seja implantado em até 180 dias a contar da aprovação do projeto e publicação no Diário Oficial da União. O projeto de lei também garante o financiamento da implantação e a operação da infraestrutura para o cumprimento das metas e prazos previstos. Para isso, a proposta autoriza a utilização dos recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust).

O Fust foi criado em 2000 com a finalidade de proporcionar a universalização de serviços de telecomunicações, ou seja, que todos os brasileiros tenham acesso aos dados móveis. Cabe ao Ministério das Comunicações formular as políticas, as diretrizes gerais e as prioridades que orientam as aplicações do Fust, bem como definir os programas, projetos e atividades financiados com recursos do fundo.

O senador Jader Barbalho lembrou em sua proposta que, entre 2001 e 2016, o Fust arrecadou mais de R$ 20,5 bilhões, recursos que praticamente não foram utilizados no setor.

Por Luiza Mello | DOL
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (685) Altamira (1002) Anapu (48) Belo Monte (224) Belo Sun (14) Brasil (1765) Brasil Novo (643) Celebridades (89) Ciência (187) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (864) Desaparecidos (11) Eleições (217) Esporte (74) Governo Federal (337) Ibama (57) Imprensa (113) Internet (383) Itaituba (171) Justiça (666) Marabá (42) Medicilândia (172) Mundo (817) Música (129) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (41) Pará (842) Placas (44) Polícia (2107) Política (1159) Porto de Moz (25) Religião (549) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (299) Souzel (37) Tecnologia (229) Televisão (364) Transamazônica (353) Tucuruí (46) Uruará (302) Vitória do Xingu (130)