Slideshow

Breaking News

TEMPESTADE QUE ATINGIU ALTAMIRA PODE TER SIDO A CAUSA DO NAUFRÁGIO NO RIO XINGU

Após o barco deixar a cidade, uma tempestade se formou na região. Ela é tratada como a principal causa do naufrágio


O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) detectou um intenso deslocamento de nuvens saindo de Altamira em direção a Porto de Moz no início da noite desta terça, quando o naufrágio teria acontecido.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

De acordo com José Raimundo Abreu e Souza, coordenador do instituto, imagens de satélite detectaram na região a presença de nuvens do tipo cúmulo-nimbo, que são conhecidas por causar tempestades. Elas têm extensão vertical de alguns quilômetros e geralmente ganham grande volume a partir do choque intenso entre massas de ar quente e de ar fria.

Ao perder calor e umidade dentro de uma "nuvem de tempestade", o ar se torna pesado e desce em forma de vento -que, ao bater no chão, se irradia e causa destruição por onde passa. "As nuvens cúmulo-nimbo causam chuvas severas e nada uniformes com ventos que chegam a atingir 80 km/h", diz o coordenador do Inmet.

Em Porto de Moz choveu 14 mm entre 20h e 23h de terça, segundo o instituto. A velocidade do vento na região não foi medida porque o Inmet não possui equipamentos que fazem esse tipo de registro.


(UOL)