Slideshow

Breaking News

Agora na UfRGS, negro só leva quota se provar que é negro pela cor da pele, tipo do cabelo e formatos do nariz e dos lábios

Segundo a UFRGS, quem é negro na foto?
A UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) decidiu criar uma comissão para avaliar se os candidatos ao sistema de cotas são de fato negros – o que vem sendo chamado de “tribunal racial”.

A deliberação veio do Conselho Universitário da UFRGS, que se reuniu na última sexta-feira e bateu o martelo sobre a comissão.


Os alunos serão analisados “silenciosamente” pelo grupo, que deve levar em conta a cor da pele e outras características como “tipo de cabelo, formato do nariz e dos lábios”.

Na mesma reunião, o Conselho Universitário decidiu também reservar 25% das vagas a portadores de deficiência. Agora, existem oito diferentes categorias com reserva de vagas na UFRGS, mas todos eles se aplicam apenas a quem cursou o ensino médio inteiro na rede pública.

Ao todo, 50% das vagas do vestibular é destinada para o sistema de cotas.

Fonte: Blog do Políbio Braga