Implante de chip chega ao Brasil por R$ 490

quarta-feira, novembro 08, 2017
Festival de “cultura hacker” em São Paulo contará com inventor do biochip
(Foto: Divulgação / Roadsec)
O bio chip programável, que pode ser usado para abrir portas, dar partida no carro e fazer login no computador já é uma realidade em vários países do mundo. O norte-americano Amal Graafstra, que afirma ser seu inventor estará no Brasil para oferecer o implante de chip aos interessados.


Graafstra é conhecido como um dos primeiros biohackers do mundo. Ele possui dois microchips que usam tecnologia RFID implantados nas mãos. A partir do próximo sábado, 11, durante o Roadsec, um festival de cultura hacker, os chips estarão disponíveis por R$ 490. A aplicação poderá ser feita na hora, durante o evento.

Cada chip, do tamanho de um grão de arroz, fica na mão da pessoa e pode ser programado com diversas funções através do smartphone. Eles são capazes de “substituir crachás de proximidade, destravar celulares compatíveis com a tecnologia NFC e armazenar informações pessoais, como ficha médica ou senhas de uma carteira de bitcoin”, afirma um porta-voz do Roadsec.

Por Jarbas Aragão com informações Olhar Digital

Destaque

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Acidentes (678) Altamira (990) Anapu (48) Belo Monte (222) Belo Sun (13) Brasil (1741) Brasil Novo (640) Celebridades (85) Ciência (184) Cinema (70) Clima e Tempo (41) Curiosidades (833) Desaparecidos (11) Eleições (200) Esporte (73) Governo Federal (332) Ibama (57) Imprensa (112) Internet (371) Itaituba (171) Justiça (656) Marabá (40) Medicilândia (166) Mundo (803) Música (128) Norte Energia (186) Novo Repartimento (23) Pacajá (41) Pará (825) Placas (44) Polícia (2084) Política (1127) Porto de Moz (25) Religião (542) Rurópolis (70) Santarém (209) SBT (295) Souzel (35) Tecnologia (227) Televisão (358) Transamazônica (349) Tucuruí (45) Uruará (299) Vitória do Xingu (126)