Slideshow

Breaking News

Ministro Helder Barbalho visita obras do polo universitário em Ananindeua

Duas agendas trouxeram o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (MDB), de volta a Belém na manhã da última sexta-feira (19). Em Ananindeua, cidade que foi prefeito entre 2005 e 2012, Helder foi conferir o início das obras do campus da Universidade Federal do Pará (UFPA), uma conquista cuja movimentação começou ainda durante sua gestão, em 2009.


Antes, no Fórum Landi, anunciou que sua pasta vai contribuir financeiramente para a conclusão de uma maquete que permite uma visão completa de toda a cidade e que está em construção há dois anos.


Durante a visita ao campus, que fica na Granja do Icuí, Helder conversou com a equipe técnica responsável pela estruturação da Universidade, que funciona em prédio alugado, com cerca de 1,6 mil alunos e será relocada para o novo polo, que terá 240 mil metros quadrados. “Um sonho sonhado por tantos e que começa a sair do papel, para agregar a população de toda a Região Metropolitana, ofertando novas vagas em novos cursos”, declarou.


O ministro destacou a atuação da deputada federal Elcione Barbalho (MDB), que por meio de emendas parlamentares - no total de R$ 3 milhões - conseguiu já empenhar os R$ 2 milhões que permitiram o início das obras. “Isso aqui é o centro para o desenvolvimento e atuação da população. Descobri aqui que a biblioteca será aberta a toda a comunidade. Acho muito importante, o início de uma ideia que deve tomar uma proporção maior. Acho louvável”, elogiou a parlamentar, adiantando que já está trabalhando para conseguir deslocar mais R$ 147 mil em verbas destinadas à ampliação de cursos e vagas para a UFPA de Ananindeua.


FNO O deputado estadual Francisco Melo, o Chicão, também elogiou a atuação do ministro e da deputada. “Temos sempre que valorizar o Ensino. É a mola propulsora de qualquer sociedade. Nossos índices de violência mostram que Educação não é a prioridade de muitas gestões. Então estar aqui agora é uma alegria, essa é uma obra de visibilidade social enorme”, reforçou.


O ministro aproveitou para anunciar também que o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), voltado para o Comércio, Agronegócio, Indústria e outros meios de geração de renda também se voltará para a Educação, no sentido de ampliar o acesso ao Financiamento Estudantil, o Fies, programa do Governo Federal que financia a faculdade para alunos de baixa renda. “Desenvolvimento não pode ser pensado se não estiver atrelado à Educação”, afirmou Helder.

PROJETO MAQUETE 3D DE BELÉM TERÁ RECURSOS DO GOVERNO FEDERAL

O ministro da Integração Nacional garantiu que destinará recursos para a conclusão da Maquete de Belém, um trabalho desenvolvido há dois anos pelos alunos da UFPA por meio do Fórum Landi. Ele pôde conhecer de perto o enorme protótipo que dá uma visão totalmente 3D dos principais pontos da cidade.

“É um trabalho que faz o resgate da memória arquitetônica da cidade. Fico feliz de ver esse trabalho promovido pelo Fórum Landi e UFPA. Me solidarizo como paraense e ministro para que o Governo Federal possa colaborar e viabilizar recursos para que esta maquete seja concluída e apresentada como presente para Belém”, afirmou.

Diretor do Fórum Landi, o arquiteto Flávio Nassar destacou que se trata de uma maquete que permitirá um tipo de estudo e pesquisa diferente do que se faz atualmente, principalmente em relação aos fenômenos urbanos. “A capacidade de visualização é maior que a maquete eletrônica porque aqui é o 3D real. Recursos virão e serão muito bem-vindos. Intenção e compromisso eu sei que há”, confirmou.


TV Cidade SBT com informações MI