PT aposta em conflito social como último recurso para salvar Lula

segunda-feira, janeiro 15, 2018

Uma denúncia publicada recentemente nas redes sociais pelo site Veja.com, sob o título, 'Presidente do TRF-4 alerta STF sobre ameaças', nos mostra a grande pressão a que estão sendo submetidos os magistrados responsáveis por este processo.


Segundo esta reportagem, "O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Thompson Flores, encaminhou ofício à presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, e à Procuradoria Geral da República, relatando que desembargadores da Corte têm recebido ameaças. Ele também relatou o ocorrido a deputados petistas durante reunião nesta sexta-feira. O TRF4 vai julgar os recursos de Lula, condenado pelo juiz Sergio Moro a uma pena de 9 anos e seis meses de prisão, e de outros seis réus no processo do famoso tríplex do Guarujá."




Como se não bastasse ameaçar e achincalhar a justiça brasileira, o PT e partidos aliados, tem apostado também na incitação à revolta popular e a violência, como último recurso para tentar livrar seu "chefe maior" da prisão.

Para tanto, o ex-ministro da Saúde do governo Dilma Rousseff, Alexandre Padilha, anunciou que lançarão Lula candidato à presidência, imediatamente após o julgamento em Porto Alegre.

Uma atitude egoísta e irresponsável que poderá trazer morte e sofrimento para os cidadãos brasileiros.

Estão apostando todas as suas fichas nesta última cartada, já que muita coisa está em jogo: implantar definitivamente o socialismo bolivariano, não só no Brasil, mas em toda América Latina.

Até quando toleraremos tantas arbitrariedades?


Por Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Pará deve sediar centro integrado de Segurança da região Norte

Pará deve sediar centro integrado de Segurança da região Norte "É preciso que cada um cumpra com a sua obrigação, que tenhamos pulso forte e que se trabalhe muito para que possamos devolver a paz para a população paraense. Tivemos audiência hoje com o Presidente da República, Michel Temer, o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e deputados federais do Pará onde ficou decidido que o Centro Integrado de Comando e Controle da Região Norte será instalado em Belém. É um espaço que integra todos os órgãos de segurança pública, federais e estaduais, com o objetivo de investigar e reduzir a onda de violência que tomou conta da nossa região, do nosso estado e da região metropolitana da nossa capital Belém", disse Helder Barbalho. Por Gleyson Araujo SAIBA MAIS NO LINK: www.tvcidadesbt.com.br/2018/04/para-deve-sediar-centro-integrado-de.html

Publicado por TV Cidade SBT em Sexta, 13 de abril de 2018
Acidentes (733) Altamira (1030) Anapu (57) Belo Monte (227) Belo Sun (14) Brasil (1864) Brasil Novo (668) Celebridades (95) Ciência (192) Cinema (74) Clima e Tempo (51) Curiosidades (983) Desaparecidos (13) Eleições (263) Esporte (76) Governo Federal (369) Ibama (59) Imprensa (115) Internet (415) Itaituba (185) Justiça (713) Marabá (43) Medicilândia (198) Mundo (860) Música (132) Norte Energia (188) Novo Repartimento (28) Pacajá (47) Pará (920) Placas (45) Polícia (2230) Política (1285) Porto de Moz (27) Religião (565) Rurópolis (71) Santarém (218) SBT (302) Souzel (38) Tecnologia (251) Televisão (372) Transamazônica (369) Tucuruí (53) Uruará (322) Vitória do Xingu (138)

Postagem em destaque

Helder lidera em nova pesquisa para governador do Estado

Helder Barbalho (PMDB) lidera na nova pesquisa sobre a preferência do eleitorado paraense nas eleições deste ano ao governo do Estado. Na in...