Slideshow

Breaking News

Helder Barbalho lidera em 3 cenários para o Governo do Estado do Pará

(Foto: Divulgação)
Foi divulgada nesta sexta-feira (16) pesquisa sobre intenções de votos feita pelo IBOPE Inteligência para as próximas eleições para o Governo do Pará, para o Senado Federal e para a Presidência da República. Em todas as três projeções para o Governo do Estado, Helder Barbalho (PMDB) lidera as intenções dos eleitores.

A pesquisa foi realizada entre os dias 3 e 9 de fevereiro e foi contratada pela Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (FAEPA). Foram entrevistados 812 eleitores e analisados diversos cenários eleitorais, já que as candidaturas não estão oficialmente definidas.

As entrevistas foram registradas no Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Pará sob o protocolo Nº PA-07845/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-01042/2018.

A margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. O nível de confiança utilizado é de 95%: ou seja, há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Cenários para Governo do Estado

Para o Governo do Estado, por exemplo, a pesquisa analisou três cenários, em que mudam os possíveis candidatos ligados ao grupo político de apoio do governador Simão Jatene. Em todas as projeções, o atual Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, lidera as intenções de voto.

Em um primeiro cenário, Helder lidera com 36% das intenções de voto, seguido pelo candidato Paulo Rocha (PT), mencionado por 14% dos eleitores. Em terceiro, aparece o atual prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), com 9%, e, em quarto, Úrsula Vidal, do partido REDE, com 7% das intenções.

Ainda nesta primeira projeção, Sidney Rosa (PSB) tem 4% das intenções de voto e Charles Alcântara (sem partido) aparece com 1%. Os eleitores que declaram a intenção de votar em branco ou anular o voto são de 19%, e é de 10% o número de indecisos ou daquelas que preferem não responder.


Outro cenário considerado coloca o atual prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, como candidato do PSDB. Neste caso, Helder Barbalho lidera o quadro com 36% das intenções de voto, seguido por Paulo Rocha com 15%. Manoel Pioneiro e Ursula Vidal ficam empatados com 8% das intenções de voto cada.

Nesta segunda projeção, ainda constam Sidney Rosa com 4% e Charles Alcântara sendo mencionado por 2% dos eleitores. O número daqueles que pretendem votar em branco ou anular o voto é de 19%, enquanto 8% dos eleitores se declaram indecisos.


Há ainda um terceiro cenário que considera a candidatura do atual presidente da Assembleia Legislativa do Pará, Márcio Miranda. Neste caso, Helder continua liderando com 36% das intenções de voto, enquanto Paulo Rocha aparece em segundo com 17%.

Ainda são listados os possíveis candidatos: Ursula Vidal com 8% das menções, em terceiro lugar; Márcio Miranda (DEM) com 6%, em quarto lugar; Sidney Rosa com 5%; e Charles Alcântara com 2%.

Neste último cenário, aqueles que têm intenção de votar em branco ou anular o voto são 19%, enquanto os que não sabem o que responder ou não opinaram somam 8%.


Helder também lidera na pesquisa espontânea

A pesquisa do IBOPE questionou os eleitores ainda sobre a intenção de voto espontânea, quando não é apresentado nenhum dos nomes dos pré-candidatos. Neste caso, 77% dos eleitores não sabem indicar um nome ou preferem não opinar, e 12% declaram que pretendem votar em branco ou anular o voto.

Entre os mencionados espontaneamente, Helder também lidera, sendo lembrado por 5% dos votantes, enquanto 2% falaram no nome do atual Governador do Estado, Simão Jatene. Já Edmilson Rodrigues (PSOL) e Márcio Miranda foram citados por 1% dos entrevistados, cada um.

Por fim, na pesquisa espontânea, outros pré-candidatos citados com menos de 1% representam 2% das menções.

Expectativa de vitória

Outro aspecto considerado pela pesquisa do IBOPE Inteligência é quem os eleitores acreditam que irá vencer o pleito para Governador, independente de suas intenções de voto. Nesta projeção, metade dos entrevistados acredita que Helder Barbalho será eleito em 2018.

Os pré-candidatos Paulo Rocha, Zenaldo Coutinho, Manoel Pioneiro, Ursula Vidal, Márcio Miranda, Charles Alcântara e Sidney Rosa nenhum deles ultrapassa 7% das intenções de voto.

Já os eleitores que não sabem ou não responderam esse item representam 28%.

Zenaldo é compeão no quesito rejeição


O último aspecto analisado com relação às eleições para Governo do Estado foi a rejeição dos candidatos. Este cenário é liderado pelo atual prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho: cerca de quatro em cada dez entrevistados (37%) diz que não votaria em Zenaldo de jeito nenhum.

Paulo Rocha e Helder Barbalho são citados neste quesito por 27% dos entrevistados, cada um. Já 25% afirmam que não votariam em Manoel Pinheiro, e 22% dizem que não votariam em Úrsula Vidal.

Sidney Rosa tem 21% de rejeição, Charles Alcântara, 20%, e Márcio Miranda, 19%.


Os eleitores que declaram, de maneira espontânea, que poderiam votar em qualquer um dos pré-candidatos são 3%, e os que preferem não opinar são 12%. Nesta pergunta, o entrevistado poderia citar mais de um nome.

Jader Barbalho lidera pesquisa sobre vagas no Senado Federal


Outras intenções analisadas pela pesquisa do IBOPE Inteligência foram para com relação à disputa pelas duas vagas paraenses no Senado Federal. Neste caso, lideram Jader Barbalho (PMDB), com 30% das intenções de voto, e Simão Jatene (PSDB), que conta com 27%.

Foram citados também o candidato Mário Couto (PP), com 16% das intenções, Zé Geraldo, com 15%, Úrsula Vidal, com 12% dos possíveis votos, e Márcio Mirando (DEM), com 10%.

Outros nomes levantados foram os de: Lúcio Vale (PR), com 9%; Zequinha Marinho (PSC), 9%; Flexa Ribeiro (PSDB), com 8%; Marinor Brito (PSOL), com 8%; Sidney Rosa (PSDB), com 7%; e Jarbas Vasconcelos (sem partido) com 4% das menções.

Os eleitores que declaram intenção de votar em branco ou anular o voto totalizam 19%, os indecisos são 16% e aqueles que citam apenas um candidato são 10%.



Intenção espontânea para o Senado

Ao serem questionados sobre a intenção de votos espontânea para o Senado Federal, os eleitores que não sabem ou preferem não opinar somam 81%, enquanto aqueles que demonstram a intenção de votar em branco ou anular o voto são 14%.

Entre os possíveis candidatos citados, Jader Barbalho, Mário Couto, Flexa Ribeiro, Simão Jatene e Paulo Rocha são citados por 1% dos eleitores, cada um.

Outros pré-candidatos com menos de 1% somam juntos 5% das menções.

Presidência da República

Dois cenários de intenções de voto para presidente da República foram testados pela pesquisa IBOPE Inteligência: um com o candidato Luís Inácio Lula da Silva, e outro sem o ex-presidente do PT.

Na primeira simulação, Lula lidera ao ser mencionado por 43% dos paraenses, enquanto Jair Bolsonaro (PSL) fica em segundo com 16% das intenções dos entrevistados e Marina Silva (REDE) em terceiro com 9%.

Outros pré-candidatos - Ciro Gomes, do PDT, Geraldo Alckmin, do PSDB, Joaquim Barbosa, sem partido, Alvaro Dias, do PODEMOS, Fernando Collor de Melo, do PTC, Henrique Meirelles, do PSD, Paulo Rabello de Castro, do PSC, Rodrigo Maia, do DEM, e João Amôedo, do NOVO - têm até 4% de menções cada um.

Os pré-candidatos Levy Fidelix, do PRTB, e Manuela D’Ávila, do PCdoB, não atingem 1% das intenções de voto.

Eleitores paraenses que declararam intenção de votar em branco ou anular o voto são 11% e aqueles que preferem não opinar totalizam 6%.

No segundo cenário levantado, sem a presença de Lula, Marina Silva e Jair Bolsonaro aparecem tecnicamente empatados dentro da margem de erro da pesquisa, com 21% e 18% das intenções, respectivamente.

Em terceiro, aparece Ciro Gomes, com 10%, e Geraldo Alckmin, em quarto, com 6% das intenções. Em seguida são citados Joaquim Barbosa (5%), Fernando Collor de Melo (3%), Alvaro Dias (2%) e Rodrigo Maia (2%).

Henrique Meirelles, Levy Fidelix, Fernando Haddad e Manuela D´Ávila e João Amôedo aparecem com 1% das menções de voto, cada um. Já o candidato Paulo Rabello de Castro não atinge 1% das intenções de voto.

O percentual de eleitores paraenses que declaram a intenção de votar em branco ou anular o voto para Presidente é de 18%, enquanto 10% dos eleitores se declararam indecisos.

Voto espontâneo para a Presidência

Espontaneamente, Lula é mencionado por 26% dos entrevistados, enquanto Jair Bolsonaro é citado por 12%. Os demais pré-candidatos (Marina Silva, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin) têm até 2% das menções cada um.

Outros pré-candidatos com menos de 1% somam juntos 2% das menções. Eleitores com a intenção de votar branco ou anular o voto são 10% e quase metade dos entrevistados (45%) prefere não opinar.

(DOL)