Depois da prisão de Lula, Aécio e Temer podem ser os próximos

domingo, abril 08, 2018
O senador tucano responde a nove inquéritos no Supremo e o presidente da República deverá perder o foro privilegiado
Aécio Neves responde a nove inquéritos no STFBBC BRASIL
Lula pode ser apenas a primeira pedra de um dominó que ameaça abalar os alicerces do poder, em Brasília.

"Se até o Lula foi preso, por que não irei?"

Como dizia uma antiga propaganda da vodka Orloff, "eu sou você, amanhã".


Levantamento feito recentemente revela que um a cada três dos 513 deputados federais e 81 senadores responde a processo no Supremo Tribunal Federal. Gente do porte de Aécio Neves, Renan Calheiros e Romero Jucá.

Esse pessoal sabe que agora os olhos estarão voltados para eles.



O senador tucano, sem dúvida, será o mais visado. É a personificação para os apoiadores de Lula da seletividade de Sérgio Moro. Só que Moro não tem poder nenhum contra Aécio. Ele continua curtindo a vida em Búzios e arredores porque dispõe de foro privilegiado, e só pode ser preso por decisão do Supremo Tribunal Federal.

Apesar dos nove inquéritos a que responde no Supremo, Aécio sempre conseguiu uma mão amiga para evitar a cassação, e aí, sim, cair nas garras de um juiz singular qualquer, como Sérgio Moro.

Foi exatamente isso que aconteceu com Lula ao deixar a Presidência da República, e perder o foro privilegiado.
E é esse o grande temor, hoje, do presidente Michel Temer.

O tempo curto talvez impeça que ele sofra a terceira denúncia, mas Temer está ciente de que, assim como Lula, terá uma vida complicada quando perder o cargo.

As denúncias contra Temer são muitas e antigas. Há mais de 20 anos, seu nome é associado a desmandos no Porto de Santos, mas sempre passou incólume. A passagem pelo Palácio do Planalto aumentou o rol dessas acusações.

Aécio e Temer até hoje foram beneficiados pela complacência do Judiciário.

Vamos ver até quando.

Fonte: R7
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Pará deve sediar centro integrado de Segurança da região Norte

Pará deve sediar centro integrado de Segurança da região Norte "É preciso que cada um cumpra com a sua obrigação, que tenhamos pulso forte e que se trabalhe muito para que possamos devolver a paz para a população paraense. Tivemos audiência hoje com o Presidente da República, Michel Temer, o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e deputados federais do Pará onde ficou decidido que o Centro Integrado de Comando e Controle da Região Norte será instalado em Belém. É um espaço que integra todos os órgãos de segurança pública, federais e estaduais, com o objetivo de investigar e reduzir a onda de violência que tomou conta da nossa região, do nosso estado e da região metropolitana da nossa capital Belém", disse Helder Barbalho. Por Gleyson Araujo SAIBA MAIS NO LINK: www.tvcidadesbt.com.br/2018/04/para-deve-sediar-centro-integrado-de.html

Publicado por TV Cidade SBT em Sexta, 13 de abril de 2018
Acidentes (733) Altamira (1030) Anapu (57) Belo Monte (227) Belo Sun (14) Brasil (1866) Brasil Novo (668) Celebridades (95) Ciência (192) Cinema (74) Clima e Tempo (51) Curiosidades (983) Desaparecidos (13) Eleições (263) Esporte (76) Governo Federal (369) Ibama (60) Imprensa (115) Internet (415) Itaituba (185) Justiça (716) Marabá (43) Medicilândia (199) Mundo (860) Música (132) Norte Energia (188) Novo Repartimento (28) Pacajá (47) Pará (921) Placas (45) Polícia (2230) Política (1289) Porto de Moz (27) Religião (565) Rurópolis (71) Santarém (218) SBT (302) Souzel (38) Tecnologia (251) Televisão (372) Transamazônica (369) Tucuruí (53) Uruará (322) Vitória do Xingu (138)

Postagem em destaque

Helder lidera em nova pesquisa para governador do Estado

Helder Barbalho (PMDB) lidera na nova pesquisa sobre a preferência do eleitorado paraense nas eleições deste ano ao governo do Estado. Na in...