Jatene recusa mais uma vez ajuda federal para a segurança no Estado

domingo, abril 15, 2018
Segundo porta-voz de Jatene, Estado possui as condições de controlar os acontecimentos sem ajuda federal
(Foto: Arquivo)
O governador do estado do Pará, Simão Jatene, mais uma vez não aceitou a oferta feita pelo Ministério da Segurança Pública que colocou a Polícia Federal e a Força Nacional de Segurança à disposição do Pará.


Fonte ligada diretamente ao Ministério da Segurança Pública informou que em contato com o ministro Raul Jungmann, o governador recusou via telefone.




Na manhã desta última quinta-feira (12), em entrevista a uma emissora de TV local, o Secretário Adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), André Cunha, disse que o governo do Pará pode controlar e investigar o ataque ao presídio, sem intervenção das forças federais.

A oferta do ministro Raul Jungmann veio após o episódio em que 22 pessoas, entre presos e agentes de segurança, foram mortos durante tentativa de resgate de detentos no complexo penitenciário CRPPIII, em Santa Izabel, na última terça-feira (10).

PEDIDO DE AJUDA


Em razão dos constantes acontecimentos de violência e insegurança no Pará, não é de hoje que autoridades acompanham apreensivas o desenrolar da situação. Em outros momentos, a ajuda das tropas federais de segurança foi oferecida e ignoradas pelo governador.

Em janeiro de 2017, o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho havia se reunido com a bancada paraense na tentativa de garantir o reforço, o que foi dispensado por Jatene.


(DOL)
Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Veja Também

Pará deve sediar centro integrado de Segurança da região Norte

Pará deve sediar centro integrado de Segurança da região Norte "É preciso que cada um cumpra com a sua obrigação, que tenhamos pulso forte e que se trabalhe muito para que possamos devolver a paz para a população paraense. Tivemos audiência hoje com o Presidente da República, Michel Temer, o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e deputados federais do Pará onde ficou decidido que o Centro Integrado de Comando e Controle da Região Norte será instalado em Belém. É um espaço que integra todos os órgãos de segurança pública, federais e estaduais, com o objetivo de investigar e reduzir a onda de violência que tomou conta da nossa região, do nosso estado e da região metropolitana da nossa capital Belém", disse Helder Barbalho. Por Gleyson Araujo SAIBA MAIS NO LINK: www.tvcidadesbt.com.br/2018/04/para-deve-sediar-centro-integrado-de.html

Publicado por TV Cidade SBT em Sexta, 13 de abril de 2018
Acidentes (733) Altamira (1030) Anapu (57) Belo Monte (227) Belo Sun (14) Brasil (1866) Brasil Novo (668) Celebridades (95) Ciência (192) Cinema (74) Clima e Tempo (51) Curiosidades (983) Desaparecidos (13) Eleições (263) Esporte (76) Governo Federal (369) Ibama (60) Imprensa (115) Internet (415) Itaituba (185) Justiça (716) Marabá (43) Medicilândia (199) Mundo (860) Música (132) Norte Energia (188) Novo Repartimento (28) Pacajá (47) Pará (921) Placas (45) Polícia (2230) Política (1289) Porto de Moz (27) Religião (565) Rurópolis (71) Santarém (218) SBT (302) Souzel (38) Tecnologia (251) Televisão (372) Transamazônica (369) Tucuruí (53) Uruará (322) Vitória do Xingu (138)

Postagem em destaque

Helder lidera em nova pesquisa para governador do Estado

Helder Barbalho (PMDB) lidera na nova pesquisa sobre a preferência do eleitorado paraense nas eleições deste ano ao governo do Estado. Na in...