Slideshow

Breaking News

Avião com 103 pessoas cai no México; todos sobrevivem

Defesa Civil de Durango afirma haver pelo menos 85 pessoas feridas; aeronave foi fabricada pela Embraer

Avião viajava de Durango para a Cidade do México (Twitter/@CEPCDurango/Reprodução)
Um avião da companhia Aeroméxico caiu cinco minutos após decolar da cidade de Durango, na região central do México. Segundo informou o governador do estado, José Ramón Aispuro pelo Twitter, não há mortes.

De acordo com o governo mexicano, a aeronave levava 99 passageiros – entre eles dois menores – e quatro membros da tripulação. As primeiras informações, contudo, davam conta de que eram apenas 97 passageiros.

Curte nossa página no Facebook e fique atualizado!

Até o momento “temos informação de 85 pessoas machucadas”, disse Alejandro Cardoza, porta-voz da Defesa Civil de Durango, à TV Milenio.

“Um incêndio começou após o pouso forçado realizado pelos pilotos, mas ao que parece não há pessoas com queimaduras”, declarou Cardoza, acrescentando que a maioria apresenta ferimentos “muito leves, nada além de contusões, mas alguns têm lesões consideráveis”.

O avião da Aeroméxico AM2431 decolou do Aeroporto Internacional Guadalupe Victoria, em Durango, às 15h09 (17h09, horário de Brasília) para a Cidade do México, onde deveria aterrizar às 16h50 (18h50, horário de Brasília). A aeronave é um Embraer E190, da empresa Aeroméxico Connect.


Com base em relatos de pessoal de segurança do aeroporto, o jornal El Financiero informou que o avião se chocou com um objeto logo depois de decolar, que o levou à queda.

Até o momento se desconhecem as causas do acidente. Antes da saída aeronave, chovia nos arredores do aeroporto.

Equipes de serviços de emergência estão prestando atendimento aos feridos no local do acidente, próximo ao aeroporto. Alguns portais de notícias mexicanos relataram que houve passageiros que conseguiram sair sozinhos da aeronave.

Por meio do Twitter, o presidente do México, Enrique Peña Nieto, determinou que três áreas de seu governo – a Secretaria de Defesa Nacional, a Coordenação Nacional de Proteção Civil e a Secretaria de Comunicações e Transportes – tratem do acidente em Durango.

Fonte: Veja

Nenhum comentário