Slideshow

Breaking News

Bolsonaro para Marina: “Temos aqui uma evangélica que defende plebiscito para aborto e drogas”

O enfrentamento entre Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (REDE) foi o momento mais acalorado no encontro de presidenciáveis ontem à noite, na RedeTV!.

Imagem: Daniel Teixeira/Estadão
Foi a primeira vez na campanha em que os candidatos que ocupam o primeiro e o segundo lugar nas intenções de voto tiveram um embate direto.


No final do quarto bloco, Bolsonaro escolheu Marina para perguntar se ela concordava com a ideia, defendida por ele, de facilitar o armamento para a população. Marina respondeu que não, mas logo em seguida voltou ao tema da equiparação salarial entre homem e mulher, fugindo da resposta.

Ao final da réplica de Marina, Bolsonaro contra-atacou apontando a contradição da candidata da REDE, que se diz evangélica mas defende plebiscito para legalização do aborto e da maconha.



“Temos aqui uma evangélica que defende o plebiscito para o aborto e para a maconha e quer agora defender a mulher. Você não sabe o que é uma mulher, Marina, que tem um filho jogado no mundo das drogas. Você não sabe o que é isso para defender um plebiscito nesse sentido. Eu defendo a mulher e defendo, inclusive, a castração química para estupradores.”, alfinetou o deputado.

Assista:
A post shared by Gleyson Araújo (@gleyson.tv) on

A candidata da Rede ensaiou uma interrupção da fala de Bolsonaro, mas o parlamentar a lembrou: “a senhora não pode me interromper”.


Conexão Política

Nenhum comentário