Slideshow

Breaking News

Facção criminosa proíbe propaganda de Bolsonaro em ‘seus territórios’

A facção criminosa, Comando Vermelho, foi criada no Rio de Janeiro e logo espalhou-se por outros locais do Brasil. Agora, no Ceará, eles tentam uma movimentação para impedir a propaganda política de candidatos ligados à polícia e principalmente do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, do PSL.


O ceará, recentemente, foi palco de conflitos entre as diversas facções operantes no Brasil, e essa, como é sabido, não é a primeira vez em que essas organizações criminosas tentam influenciar no resultado eleitoral.


Diversas vezes, líderes milicianos se infiltraram na vida política do Rio de Janeiro, sendo como vereadores ou deputados estaduais, e agora eles procuram laranjas, pra não se expor.


No entanto, tal afronta à democracia jamais deveria ser aceita, e é preciso enfrentar esse tipo de conduta criminosa, afirma o procurador regional eleitoral do Estado Anastácio Tahim,

“Na medida em que você tem um grupo armado tolhendo a livre manifestação e o voto de cidadãos, você tem um sério comprometimento das eleições”, pois para ele, esse risco de influência é tão perigoso que ele decidiu pedir auxílio federal para confrontar essas afrontas criminosas.

Fonte: República de Curitiba

Nenhum comentário