Slideshow

Breaking News

'Cardume' de nanorrobôs pode navegar pelo corpo humano para combater doenças

Cientistas chineses desenvolveram uma técnica que permite controlar pequenos cardumes feitos de milhões nanorrobôs dentro do corpo humano. Estas pequenas partículas podem ser usadas para transportar remédios ao combate de doenças, por exemplo.

(Foto: Universidade de Hong Kong)
Um estudo feito pelo Departamento de Engenharia Mecânica e Automação da Universidade Chinesa de Hong Kong publicado no fim de agosto detalha como os "microcardumes" podem ser controlados dentro do corpo de um paciente usando manipulação magnética.


Com ímãs, os cientistas podem controlar, a distância, milhões de nanorrobôs capazes de se unir em cardumes com formas específicas. Eles também podem navegar por ambientes complexos, como os "labirintos" do corpo humano, de maneira não invasiva.

Veja um GIF de demonstração abaixo:

No futuro, essa tecnologia pode ser usada para transportar drogas medicinais até a parte do corpo de um paciente que esteja sendo atacada por um vírus ou um tumor, por exemplo, o que reduziria a incidência de efeitos colaterais.


Em tratamentos contra alguns tipos de câncer,nanorrobôs em cardume podem ajudar a atacar as células cancerosas de um paciente e preservar as células saudáveis. Em tratamentos atuais, como quimioterapia, ambas acabam sendo atingidas.

Por enquanto, estes nanorrobôs ainda não são totalmente capazes de navegar pelo corpo humano, somente em labirintos criados pelos próprios cientistas. A equipe já começou a testar a tecnologia em animais no Hospital Prince of Wales, em Hong Kong, mas ainda está longe de testes em humanos.

Olhar Digital

Nenhum comentário