Slideshow

Breaking News

Entrevista com Adélio traz “risco à segurança, impacto eleitoral e estimula glamourização”, diz MPF

Imagem: Ricardo Moraes | Reuters
Em decisão de suspensão de entrevistas de Adélio Bispo a jornalistas, o desembargador federal Nino Toldo, relator do mandado de segurança, afirmou que estão presentes os motivos para concessão de decisão liminar, cancelando as entrevistas do preso.





“Em princípio, a concessão de entrevistas e a realização de matérias jornalísticas com internos de estabelecimentos prisionais federais não se coadunam à própria razão de ser desses estabelecimentos.”

Assim como o MPF, Toldo ponderou que a entrevista de Adélio poderia “ensejar não apenas prejuízo ao curso das investigações e à própria defesa do investigado, mas também indevida interferência no processo eleitoral em curso, quer pelos partidários do candidato Jair Bolsonaro, quer pelos seus adversários na eleição”.

Por Raul Holderf Nascimento

Nenhum comentário