Slideshow

Breaking News

Ministro Barroso: “Lula seria inelegível mesmo que estivesse solto”

Imagem: Nelson Jr | SCO | STF
Luís Roberto Barroso derrubou a tese subsidiária da defesa de Lula pela suspensão da execução provisória da pena, informa O Antagonista.


Segundo o ministro, a condenação por órgão colegiado já é suficiente para retirar o candidato das urnas.

“O candidato seria inelegível mesmo que estivesse solto”, declarou.

Conexão Polítíca

Nenhum comentário